Norte-americanas brilham, Minas derrota Osasco e segue disparado na liderança da Superliga feminina - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Norte-americanas brilham, Minas derrota Osasco e segue disparado na liderança da Superliga feminina

Compartilhe

Itambé/Minas unido em uma partida de vôlei

O Itambé/Minas segue brilhando na Superliga feminina de vôlei. Em partida atrasada da sexta rodada do returno, o Minas bateu o time do Osasco São Cristóvão Saúde por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/19 e 25/22, nesta terça-feira (09).

O confronto realizado no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), foi uma revanche da partida do turno da competição, onde Osasco bateu o time mineiro na única derrota do Minas em 16 jogos na temporada 2020/21 da Superliga. A equipe comandada pelo italiano Nicola Negro é líder disparado com 45 pontos.


As norte-americanas brilharam na vitória. A ponta Megan Easy saiu do jogo com 14 pontos assinalados, enquanto a oposta Danielle Cuttino marcou 18 pontos e levou o troféu Viva Vôlei de melhor jogadora da partida. Pelo lado das osasquenses, Tandara, Tainara e Jaqueline marcaram 13, 12 e 11 pontos respectivamente.


"O time obviamente está cansado, mas conseguimos nos manter focadas, com um alto nível de concentração, e sempre atacando de forma muito agressiva", destacou Dani Cuttino. 


Surte +  Em jogos adiados, São Paulo/Barueri e SESC Flamengo vencem na Superliga feminina de Vôlei



O Osasco segue na terceira colocação da competição, totalizando 12 vitórias em 15 partidas e 36 pontos na tabela. Entretanto, o time amargou a segunda derrota seguida na Superliga após também ter perdido para o São Paulo/Barueri. A equipe segue sem o treinador Luizomar de Moura, que segue internado com Covid-19.


"Nós lutamos, mas enfrentamos problemas, especialmente na parte final das parciais. O Minas é um grande time, não lidera a Superliga por acaso e nós temos que tirar as lições desta partida, aprender com os nossos erros e buscar a reabilitação na sexta-feira, no Rio de Janeiro. Também não será um jogo fácil, mas não vamos abaixar a cabeça. Tivemos muitos problemas, especialmente com os casos de Covid, mas vamos reagir e voltar mais fortes", disse a líbero Camila Brait.


O Minas volta seu foco total para a reta final da Superliga, onde é o atual campeão, após conquistar o bicampeonato da Copa Brasil no final de semana. No próximo sábado (13), as mineiras duelam contra o Sesi Vôlei Bauru, às 21:30h.


O time de Osasco viaja ao Rio para tentar se reerguer no clássico contra o Sesc Flamengo na próxima sexta-feira (12), às 19h.


Foto em destaque: Orlando Bento/MTC

Nenhum comentário:

Postar um comentário