Faltando 1 ano para Pequim 2022, 180 entidades de direitos humanos pedem para que boicotem os Jogos na China - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Faltando 1 ano para Pequim 2022, 180 entidades de direitos humanos pedem para que boicotem os Jogos na China

Compartilhe


Uma coalizão de 180 entidades de direitos humanos pediu na quarta-feira (3) que os países boicotem os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão realizados em Pequim.


O boicote seria uma resposta ao abuso das autoridades chinesas contra as minorias étnicas no país.


A coalizão é composta por grupos representando os tibetanos, uighurs, residentes da Mongólia Interior, Hong Kong entre outros. 


Previamente, os grupos pediram ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para retirar os Jogos da China, entretanto, o COI respondeu que é apenas uma entidade olímpica, e que não se envolve como questões relacionadas a politica. 


Com essa posição do COI, os grupos alegam que compete agora aos governos de cada país se posicionar e mostrar vontade politica para colocar a China contra a parece pro causa dos abusos cometidos pelo país. 


Na quarta-feira, grupos pro-tibetanos protestaram em frente a sede do COI com as suas bandeiras.


Em 2008, Pequim recebeu os Jogos Olímpicos com a promessa de melhorar a sua relação com os direitos humanos, mas ao contrário, apenas piorou a situação das minorias.


Os Jogos começaram daqui a exatamente um ano, no dia 4 de fevereiro.


Foto: Keystone via AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário