Coluna Buzzer Beater - Analisando os grupos dos torneios olímpicos de basquete - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Coluna Buzzer Beater - Analisando os grupos dos torneios olímpicos de basquete

Compartilhe


A ansiedade pelos jogos olímpicos começou a aumentar com a definição dos grupos do torneio olímpico de basquete de Tóquio, que aconteceram nesta terça (2) e minha singela coluna errática vem para analisar os grupos do masculino e feminino.


Mas antes de analisar é bom lembrar que para diminuir o número de jogos, mudou-se a configuração dos grupos olímpicos: E se antes eram necessários 8 jogos para ser campeão olímpico, agora são apenas 6 jogos para conquistar a glória do ouro olímpico.


A diminuição se deve a reconfiguração dos grupos na primeira fase: De 2 grupos de 6 seleções com as 4 melhores de cada grupo avançando para as quartas de final, agora para os jogos de Tóquio serão 3 grupos de 4 seleções com as 2 melhores de cada grupo e mais os 2 melhores terceiros colocados vão para as quartas de final. E tem uma bela bizarrice, causa pela TV americana. A final do basquete masculino será ANTES da disputa do bronze dos homens. poisé.


Sem mais delongas, vamos as análises dos grupos, primeiro com o feminino, que já tem todas as suas seleções definidas:

Feminino


Grupo A - Coreia do Sul, Sérvia, Canadá e Espanha


Já temos um fortíssimo candidato a grupo da morte no basquete feminino. Nele temos a vice campeã olímpica (Sérvia), a atual campeã europeia (Espanha) e a emergente seleção canadense, segunda força das Américas há tempos, o que vai render os confrontos mais interessantes nessa primeira fase. A Coreia do Sul, apesar de ser uma das forças asiáticas, deve ficar em último nesse grupo. Já apostar quem fica em primeiro será difícil, mas em condições normais a Espanha deve ficar em primeiro. Canadá e Sérvia devem passar para a próxima fase também


Grupo B - Nigéria, Japão, França e Estados Unidos


Ah, Japão...dessa vez não podemos dizer que os donos da casa teve a tradicional sorte no sorteio. Para mim, pegar os Estados Unidos na primeira fase no basquete é sempre a melhor opção, já que as estadunidenses vão ficar em primeiro no grupo.  França, uma seleção mais forte, que deverá ficar em segundo. O Japão vai lutar pela vaga de melhor terceiro para próxima fase com a seleção nigeriana, que tem uma seleção muito forte, que inclusive foi top 8 no último mundial, mas arrisco dizer que nesse grupo só passarão duas seleções. vida difícil para seleção japonesa passar de fase...


Grupo C - Austrália, China, Porto Rico e Bélgica




Neste grupo está talvez a seleção que ao lado da Espanha, pode ameaçar a hegemonia sem fim. A Austrália, da super pivô Liz Cambadge (foto acima). Bélgica é uma seleção em ascensão e deve ficar em segundo - Emma Meesseman, anotem esse nome -  com a China em seus calcanhares. Já Porto Rico, que derrotou o Brasil e ficou com a vaga, o que vier é lucro - O que aconteceria se o Brasil ficasse com a vaga também, sejamos sinceros.


Masculino


Grupo A - Irã, França, Estados Unidos e campeão do pré-olímpico Victoria(CAN)

Um bom grupo, que vai ter a revanche entre França e Estados Unidos, que levou uma sova dos franceses nas quartas de final. E como a temporada da NBA vai terminar 1 dia antes da abertura dos jogos, vai depender muito quem os Estados unidos levará aos jogos para saber se terá chances de brilhar ou não, algo que a França não será tão dependente - apenas Rudy Gobert que seria mais sentido, por ser um dos principais jogadores da seleção e do Utah Jazz. O Irã, independente de quem vier pelo pré-olímpico, deverá ser o lanterna do grupo.


*É interessante ressaltar que por conta da temporada da NBA que acontecerá simultaneamente aos pré-olímpicos, vai ficar muito difícil prever neste quem seria favorito a vaga no pré-olímpico. Por exemplo, a Grécia seria grande favorita a ficar com essa vaga do pré olímpico de Victoria, mas se Giannis Antetokoumpo estiver na briga pelos playoffs com sua equipe Milwaukee Bucks, ele não irá e assim deixa essa vaga em aberto.


Grupo B - Austrália, campeão do pré-olímpico Belgrado (SRB), Campeão do pré-olímpico Split (CRO) e Nigéria

Esse grupo que fica mais complicado de comentar por ter apenas 2 seleções confirmada, mas é aqui o Brasil ficará se conseguir passar por Rússia ou Alemanha ou Croácia no pré- olímpico. E se passar, convenhamos, ficaria em um grupo com chances razoáveis de passar para as quartas de final, porque são seleções fortes, mas sem grandes diferenças de nível entre elas . 


Os australianos são uma boa seleção, mas não são imbatíveis , a Nigéria apesar de ter alguns jogadores da NBA é uma seleção não muito forte tecnicamente e se a Sérvia ficar com a outra vaga no pré-olímpico, deverá ser o adversário mais complicado (se tiver Nikola Jokic, principalmente). Mas só nos resta esperar para saber como esse grupo ficará após os pré-olímpicos.


Grupo C - Argentina, Japão, Espanha e vencedor Pré-olímpico Kaunas (LTU)

Taí um que promete ser um dos confrontos mais interessantes dessa primeira fase ao lado de França e Estados Unidos: Argentina e Espanha, reedição da final do último mundial, vencido pelos espanhóis. Um confronto que promete ser bem interessante. E se dependendo de quem vier pelo pré-olímpico - Ou Lituânia ou Eslovênia - esse grupo promete ser bem interessante, menos para o Japão, que no masculino é bem mais fraco que no feminino, vai só marcar presença na competição.


Fiquem ligados que na época do pré-olímpico vai ter um guia analisando as seleções presentes e as chances de cada um, já que até lá saberemos quem vai ou não atuar na competição, que será medido pelos jogadores que seguirão disputando os playoffs  da NBA.


Fotos: Fiba/Divulgação



Nenhum comentário:

Postar um comentário