Dos Jogos Escolares para a Missão Europa: a temporada perfeita do wrestler Guilherme Porto




Guilherme Porto, 18, viu sua vida se transformar em apenas um ano. No mês de novembro de 2019, em Blumenau (SC), o lutador mato-grossense se sagrava campeão dos Jogos Escolares da Juventude nos estilos livre e greco-romano e, de quebra, era agraciado com o Prêmio Brasil Olímpico na categoria melhor atleta escolar. Pouco depois, concluiu o segundo grau na Escola Estadual Padre Ernesto Camilo Barreto, em Cuiabá (MT), e iniciou a faculdade de jornalismo. Agora, em novembro de 2020, o jovem talento do esporte nacional esteve em Rio Maior (Portugal), onde participou da Missão Europa com a seleção brasileira de wrestling

“Muita coisa mudou para mim este ano. É a primeira vez que viajo com a delegação principal, e vejo que o treinamento é mais duro, tem um ritmo diferente. É tudo muito diferente do que já vivi”, diz Guilherme, que reconhece a importância do Prêmio Brasil Olímpico para a sequência de sua carreira. 


“Foi muito importante para que eu pudesse enxergar o meu valor, saber que posso vir a ser um grande atleta. Isso me motivou a focar mais nos treinos, a perceber o meu potencial e a querer alcançar sempre mais”, completa. 


Convivência diária com ídolos


Autoconfiante, Guilherme confessa que já esperava a convocação para integrar a Missão Europa. Ao mesmo tempo, o lutador sabe que este período de treinos em Portugal é uma chance única de aprender com alguns dos principais nomes da modalidade, casos de Aline Silva (vice-campeã mundial em 2014) e Ângelo Moreira (bronze nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018). 

“Já treinei muito com os meus ídolos, mas aqui está sendo diferente por causa da convivência diária. Posso ver como eles se portam em um training camp, e isso me traz experiência. Estou mudando a minha mentalidade, tendo mais paciência para entender e discernir cada momento que eles viveram e que ainda vou viver. E, assim como me espelho muito neles, quero ser espelho para os outros algum dia”. 


Guilherme Porto é um dos 15 lutadores que treinarão diariamente em dois períodos no Rio Maior Sports Centre até o início de dezembro. Além dele, Aline e Ângelo, ainda integram a seleção os seguintes nomes: Ana França, André Pinto, Assíria Daniela, Calebe Correa, Giullia Penalber, Gracyenne Leite, Kaio Dourado, Letícia Pimenta, Pedro Santos, Rosemary Brito, Thaissa Ribeiro e Thamires Machado.


Foto: COB;Mônica Faria

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem