Bicampeão olímpico de esqui, norueguês Petter Northug é condenado a sete meses de prisão - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Bicampeão olímpico de esqui, norueguês Petter Northug é condenado a sete meses de prisão

Compartilhe

O Tribunal Distrital de Oslo considerou o norueguês bicampeão olímpico de esqui cross country, Petter Northug, culpado por graves infrações de trânsito e porte de drogas, condenando o ex-esquiador de 34 anos à pena de sete meses de prisão incondicional. Além disso, Northung perdeu sua carteira de motorista e nunca mais poderá dirigir.


De acordo com a sentença anunciada pelo tribunal na última segunda-feira (21), Northug foi flagrado dirigindo a 221 km/h numa zona em que a velocidade máxima permitida era de 80 km/h. Ele cometeu outras três infrações deste nível, além de ter compartilhado vídeos efetuando ultrapassagens perigosas em vias públicas. 


Além disso, após uma vistoria policial na casa de Northug, foram encontradas drogas como cocaína e outras substâncias dopantes. 


Em agosto Northug havia sido preso por dirigir a 168 km/h (onde o máximo era 110km/h), numa região próxima ao aeroporto de Oslo. Em coletiva de imprensa, o ex-atleta revelou que sofre com o uso excessivo de álcool e drogas desde sua aposentadoria por problemas físicos, em 2018. 


"Tenho um problema sério com álcool, drogas e comprimidos. Eu não levei isso a sério, eu neguei e escondi de mim e de pessoas próximas. Agora as consequências são muito graves", revelou o norueguês.


Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário