Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - Vôlei UM Itapetininga - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - Vôlei UM Itapetininga

Compartilhe

Na disputa de sua terceira Superliga consecutiva, o Vôlei UM Itapetininga está cada vez mais consolidado com uma das equipes que gostam de complicar a vida dos gigantes. Antes da interrupção do campeonato devido à pandemia, o clube do interior paulista ocupava a oitava colocação, dentro da zona de qualificação para o mata-mata. Ao longo do torneio, a equipe chegou a vencer os tradicionais Sesi-SP e Fiat/Minas que ocupavam lugares mais altos na tabela.

Para a temporada 20/21, o time manteve nomes importantes, como o ponteiro Baêsso, os centrais Thales Falcão e Johan, o levantador Matheus Winck e o líbero Felipinho. Além disso, trouxe reforços em todas as posições. Destaque para o levantador Carísio (ex-Taubaté), o líbero Rogerinho (ex-Taubaté), o oposto Gabriel Bertolini (ex-Maringá), e o ponteiro Guiga (ex-Al Gharafa, do Catar).

Já com os reforços, o time de Itapetininga foi semifinalista do Campeonato Paulista de 2020, caindo para o Vôlei Renata, que viria a ser campeão. Alguns dias depois, um surto de Covid-19 no elenco acabou retirando a equipe da disputa do Troféu Super Vôlei. O Montes Claros/América substituiu o clube paulista no torneio.

A maior contratação, porém, chegou de última hora. O oposto Renan Buiatti (ex-Vôlei Renata/Campinas), de 2,17m, que tem passagens pela seleção brasileira, rescindiu o contrato com o Tours, da França, após uma lesão no pé, e foi contratado por Itapetininga no último dia 31. O jogador chega para assumir a vaga deixada por Gabriel Cândido, que foi para Taubaté.

Com um elenco ainda mais forte que os dos últimos anos, Itapetininga promete dar mais trabalho do que nunca aos favoritos para, quem sabe, alçar voos mais altos na Superliga.

Elenco:


Técnico: Pedro Uehara (“Peu”)

O técnico Peu estreou sua carreira como treinador no Vôlei São Bernardo. No currículo, carrega passagens na comissão técnica da Seleção Brasileira sub-23, Sesi-SP, Sesc-RJ, Vôlei Campinas, entre outros. No Itapetininga desde maio de 2019, o treinador já está deixando sua marca no projeto.

(Foto: Divulgação via Web Vôlei)

Surte + Volte para a página central do Guia

Foto de capa: Divulgação via Melhor do Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário