Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - EMS/Taubaté/Funvic - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - EMS/Taubaté/Funvic

Compartilhe

Caso a pandemia de Covid-19 não tivesse interrompido a temporada em março deste ano, provavelmente a seguinte manchete teria estampado os veículos esportivos: Taubaté e Cruzeiro decidirão a Superliga Masculina em 2020. Muito provável, também, seria o título da equipe do interior paulista, que tem dominado o cenário do voleibol brasileiro há algumas temporadas. 

O início da temporada pode até ter colocado um pouco de preocupação nos torcedores. com a derrota na final do Campeonato Paulista para o Vôlei Renata/Campinas, interrompendo uma sequência de seis títulos estaduais consecutivos dos taubateanos. Porém, após o susto no início da temporada,o time reencontrou sua melhor forma e foi campeão do Troféu Super Vôlei e da Supercopa, superando o grande rival Sada/Cruzeiro na decisão de ambos os torneios. 

A saída de Renan Dal Zotto, comandante no título nacional de 2018/2019 e que agora se dedicará exclusivamente à seleção brasileira, não deve ser sentida pelo clube paulista. Afinal, o novo treinador - o argentino Javier Weber - tem credenciais. Em termos de elenco, o maior reforço é o levantador Bruninho. O capitão da seleção brasileira voltou ao Brasil após três temporadas na Itália e promete ser o líder da equipe. O campeão olímpico da Rio 2016 terá a companhia de um “reserva de luxo”: o veterano levantador Rapha, ídolo do clube, que não deixará o nível cair quando Bruno estiver ausente.

Enquanto os levantadores oferecem muita experiência, o time paulista aposta na juventude dos opostos Felipe Roque (ex-Fiat/Minas) e Gabriel Cândido (ex-UM/Itapetininga), que se alternaram na equipe titular nas primeiras competições e prometem uma briga boa pela posição. 

Nas pontas, os campeões olímpicos Douglas Souza (renovado) e Maurício Borges (ex-Sesc-RJ) terão a forte concorrência de João Rafael na posição. O jogador veio do voleibol francês e foi um dos destaques da equipe no título da Supercopa. Lucão e Maurício Souza continuarão soberanos pelo meio-de-rede, enquanto Thales - consolidado na seleção brasileira - seguirá como líbero titular.

Apesar de alguns tropeços, o estrelado Taubaté de Javier Weber já deu o recado: os adversários precisarão jogar muito bem para derrubá-lo do topo nesta temporada.

Elenco:



Técnico: Javier Weber

Natural de Buenos Aires, Carlos Javier Weber foi um dos maiores jogadores da história do voleibol argentino, sendo medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Seul em 1988, batendo o Brasil na disputa pelo terceiro lugar. Após passagens como atleta por clubes brasileiros - como Chapecó, Canoas e Unisul - Weber se tornou treinador a partir de 2002. Seus principais trabalhos foram na Seleção Argentina (entre 2010 e 2012) e no Bolívar-ARG (de 2014 até 2020). Agora, o técnico assumirá o FUNVIC/Taubaté com a missão de manter a sina vencedora da equipe.

(Foto: Agência i7/Divulgação)

Surte + Volte para a página central do Guia

Foto de capa:  Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário