Guia da Superliga Feminina de Vôlei 2020/21 - São Paulo/Barueri - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia da Superliga Feminina de Vôlei 2020/21 - São Paulo/Barueri

Compartilhe

O Barueri disputou a Superliga pela primeira vez em 2013/14, quando terminou na nona colocação. Na temporada seguinte, porém, o time não voltou a participar do campeonato por dificuldades financeiras. Reformulada, a equipe passou pela Superliga B novamente e conseguiu o acesso à elite em 2017, agora sob a batuta do tricampeão olímpico José Roberto Guimarães. Nas duas temporadas seguintes, o clube do interior paulista chegou aos play-offs e deu trabalho aos times mais tradicionais.

No ano passado, porém, a equipe passou por uma mudança profunda. Com menos investimentos, Barueri firmou uma parceria com o São Paulo Futebol Clube. Mantendo Zé Roberto no comando, o time passou a apostar na formação de novas jogadoras, com um elenco formado quase exclusivamente por atletas promissoras e que despontavam no cenário nacional. De cara, o resultado do primeiro torneio sob essa nova visão foi surpreendente: um histórico título paulista conquistado sobre Osasco, em pleno Ginásio José Liberatti.

Embalado pela conquista e por uma boa Superliga, o time quer repetir o sucesso na temporada 2020/21, mesmo tendo perdido jogadoras importantes e que foram os destaques de Barueri na temporada. Deixaram a equipe, a oposta Lorenne, a ponteira Tainara, a levantadora Juma e as centrais Mayany e Lays. Já a ponteira Maira e a líbero Nyeme seguem no Tricolor para mais uma temporada e são os pilares defensivos do elenco. 

Para suprir as ausências, Zé Roberto terá a disposição um novo grupo de jovens jogadoras que brilham nas seleções de base do Brasil. A dupla de opostas canhotas Kisy e Lorrayna merece atenção, bem como a levantadora Kenya, de apenas 18 anos. Destaque também para a ponteira Karina, que fez uma boa Superliga pelo Pinheiros na última temporada e já tem chamado a atenção pelo estilo de jogo rápido.

Com jogadoras promissoras e um técnico acostumado a lançar novas atletas ao cenário nacional, assistir ao São Paulo/Barueri em quadra é ver o futuro do nosso esporte começando a despontar. Mas não se engane: o time já provou ser muito competitivo e não pode ser subestimado.

Elenco:




Técnico: José Roberto Guimarães

Tricampeão olímpico, Zé Roberto já afirmou que os Jogos de Tóquio serão seu último torneio como treinador da Seleção. No entanto, o foco do técnico será seguir revelando jogadoras para nosso vôlei, e o time de São Paulo/Barueri pode ser a melhor forma de fazer isso. O projeto já começa a render frutos, e ter uma pessoa experiente como José Roberto Guimarães no comando é de suma importância.

(Foto: Igor Amorim/saopaulofc.net)

Volte para a página central do Guia aqui

Foto de capa: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário