Judoca Teddy Riner volta a perder uma luta e dispara contra arbitragem - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Judoca Teddy Riner volta a perder uma luta e dispara contra arbitragem

Compartilhe


O ano de 2020 tem sido inusitado em todos os aspectos. E no judô, quando o mundo tinha se chocado com a primeira derrota do judoca Teddy Riner em 10 anos no Grand Slam de Paris, em fevereiro, 2020 ainda reservaria uma segunda derrota do judoca multicampeão.

Ela aconteceu no último sábado (03), no Campeonato Francês de Judô por Equipes. Riner, que defende o PSG, foi derrotado por Ornais Joseph Terhec, da equipe Sury, que avançou na disputa. Ele foi derrotado por ter tido três punições (shidôs) em menos de três minutos de combate. Desde 2007, Teddy não perdia para um compatriota, tendo ficado nada satisfeito com a arbitragem do evento:

"Suspeitei que isso aconteceria, porque quando há campeonatos franceses, sempre há erros como esse. Estou um pouco chocado porque estou tentando começar minha luta. Eu nem culpo Terhec, eu o conheço muito bem e não é isso que ele costuma dizer. Mas, agora, a arbitragem também é uma profissão", disse ele à imprensa francesa após o confronto
 
"Nunca critico a arbitragem, mas aqui ... Estou mostrando lutas para vocês, já vi caras que vão all-in e nunca levam o Shido. Não estou dizendo que o que peguei não é merecido. Regras são regras. Mas quando você as aplica, devem ser iguais para todos", continuou o desabafo, indicando que irá fazer uma reclamação formal à Federação Francesa de Judô:

"Quero jogar bem o jogo e participar de competições que não me interessam, mas é preciso ser justo. E isso começa com a arbitragem. E quando eu vejo ele (o árbitro) rindo por trás da máscara... Não, isso não me faz rir porque não sou só eu no tatame. Tem gente jovem, é um clube. Ser roubado assim é nojento, é uma injustiça".


Foto: Nicholas Creach
Com informações de globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário