Lenda Teddy Riner perde no Grand Slam de Paris e encerra invencibilidade de nove anos


Após mais de nove anos de invencibilidade, o judoca Teddy Riner perdeu uma luta neste domingo, 09, no Grand Slam de Paris. O francês, de 30 anos, foi derrotado na 3ª rodada da categoria acima de 100kg pelo japonês Kokoro Kageura, após sofrer um belo waza-ari no golden score.

Teddy não era superado desde 13 de setembro de 2010, quando perdeu de outro japonês, Daiki Kamikawa, no Mundial Absoluto, em Tóquio, no Japão. De lá pra cá, foram 154 vitórias seguidas, com cinco títulos mundiais e dois ouros olímpicos.

No último ano, a lenda venceu o Grand Prix de Montreal, em julho, e o Grand Slam de Brasília, em outubro. Na capital brasileira, Riner já havia tido dificuldades com Kageura, mas somente este ano foi superado. O detalhe é que o tabu foi quebrado na capital francesa, onde o anfitrião não lutava há sete anos.

"Esta derrota é um fracasso, mas vai me mostrar no que tenho que trabalhar. Também é um alívio, porque eu estava sob uma tremenda pressão para sempre vencer por 10 anos", disse o francês, logo após a derrota.

A seis meses dos Jogos Olímpicos, o francês aparecia como franco favorito para ganhar o ouro, sem aparentar ter concorrentes, mas a derrota deste domingo ligou o alerta sobre o multicampeão. "O objetivo é vencer a Olimpíada de Tóquio e ser extremamente bom no dia D", afirmou Riner, já mirando seus duelos em julho.

Quem é o algoz da lenda

Kokoro Kageura tem 24 anos e é considerado um dos judocas mais promissores do Japão. Após eliminar Teddy Riner, o carrasco ganhou moral e conquistou a medalha de prata do torneio, sendo derrotado apenas pelo neerlandês Henk Grol na final. Foi a terceira vez consecutiva que o japonês subiu ao pódio em Paris: foi ouro em 2018, bronze em 2019 e prata em 2020.

Além de manter a tradição na França, o nipônico tem no currículo os títulos do Grand Prix de Budapeste, em 2018, e do Grand Prix de Dusseldorf, em 2017. Ele também foi campeão asiático em 2016.

Foto: Lucas Barioulet/AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes