Henrique Avancini supera Schurter e assume a liderança do ranking mundial de ciclismo mountain bike - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Henrique Avancini supera Schurter e assume a liderança do ranking mundial de ciclismo mountain bike

Compartilhe


O Brasil tem um atleta no topo do mundo! Ele é Henrique Avancini, que compete no cross-country, modalidade olímpica do ciclismo mountain bike. O ciclista assumiu a primeira colocação do ranking mundial da disciplina no início desta semana, em classificação divulgada pela União Ciclística Internacional, se tornando o primeiro brasileiro a atingir o feito.


Avancini era o segundo colocado do ranking, mas os bons resultados recentes o fizeram ultrapassar o suíço Nino Schurter, oito vezes campeão mundial e atual campeão olímpico, que liderava a classificação. O brasileiro foi campeão da etapa da Copa do Mundo de Nové Mesto (CZE) há duas semanas e ficou na décima posição no Campeonato Mundial, disputado no último final de semana.


Além do título no cross-contry olímpico, Henrique já havia sido campeão do short track (prova rápida) da etapa da Copa do Mundo, além de ter ficado em quinto em outra disputa do cross-country, também em solo tcheco. Ele somou 400 pontos no ranking, atingindo 1945, e viu Schurter perder 190, ficando com 1799. O terceiro colocado da classificação mundial é o neerlandês Milan Vader, com 1281 pontos.


View this post on Instagram

Hoje realizo uma das metas da minha carreira: ser número 1 do ranking Mundial! Durante anos me perguntei se realmente buscar alguma coisa com tanto afinco valeria a pena. Se insistir em não querer ser “só mais um” me levaria à algum lugar. Quis chegar ao topo, do meu jeito, acreditando nos meus princípios. Não importa onde, qual ou quando for a corrida, eu vou largar pra brigar pela vitória. Essa postura, hoje, recebe sua recompensa máxima: O topo do ranking UCI! Grato à Deus por manter a esperança viva em mim! . . Today I’m achieving one of my carrear goals: Be N°1 in the UCI Ranking! For years I asked myself if working so hard for something would be worth. If Insisting on not be just “another one” would take me somewhere. I wanted to achieve that, on my way, following my principles. No matter where, when or which race...I’ll fight to win. This attitude took me to the top of the UCI Ranking. Today I’m very thankful to God for keeping the hope alive in me!

A post shared by Henrique Avancini (@avancinimtb) on


Com a posição no ranking individual, Avancini praticamente se ratifica como um dos representantes brasileiros na Olimpíada de Tóquio. A classificação olímpica se dá através do ranking por equipes, em que a posição final dos países determina a quantidade de atletas que poderão levar aos Jogos. O Brasil atualmente é o quarto colocado nesta lista, garantindo momentaneamente dois atletas em Tóquio.


Já é praticamente certo que Avancini será um deles, restando saber de quem será a segunda vaga. A disputa é entre Guilherme Muller e Luiz Henrique Cocuzzi. No ranking mundial individual, Cocuzzi é o 51º, enquanto Muller é o 56º, entretanto, hoje quem estaria classificado seria Guilherme, pois possui alguns pontos a mais do que o compatriota na classificação olímpica.


Foto de capa: Bartek Wolinski/Red Bull

Nenhum comentário:

Postar um comentário