CBSk e ONG lançam cartilha para dar suporte ao movimento Skate Social no Brasil - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

CBSk e ONG lançam cartilha para dar suporte ao movimento Skate Social no Brasil

Compartilhe



Em mais uma ação conjunta para dar suporte ao movimento Skate Social no Brasil, Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e ONG Social Skate lançam a cartilha Descomplica. O material didático oferece informação estruturada para os projetos brasileiros que trabalham o skate como ferramenta de inclusão social e também pretende fomentar o nascimento de novas iniciativas. Desenvolvida pela pedagoga Leila Vieira, da ONG Social Skate, e com projeto gráfico da CBSk, a cartilha está divida em três capítulos: Projeto social, ONG e Lei de Incentivo ao Esporte. O material ainda contém um glossário de palavras-chave. 


Para Sandro Testinha, da ONG Social Skate, a oportunidade de fazer a cartilha junto com a CBSk atende a uma demanda antiga que a ONG recebe desde o primeiro ano de atividade. 


“Como a gente sempre fez muito barulho por aí, a galera sempre perguntava: qual é o caminho? Qual é o segredo? Durante esses anos a gente estava até um pouco receoso de divulgar porque não sabíamos qual o destino que o caminho que traçávamos poderia nos levar. Ao longo do tempo, a gente foi entendendo que era sempre levando para boas ideias, boas parcerias, boas ações e bons resultados no trabalho que fazemos. Então, nesse ano de 2020, nesse diálogo com a CBSk e essa parceria com a Social Skate, deu-se o trabalho inicial do mapeamento e, agora, entendendo quem são, onde estão e como estão as entidades que utilizam o skate como ferramenta de inclusão social, acho que foi o momento certo para elaborar e poder soltar a cartilha”. 


“A cartilha tem as respostas para as perguntas que recebíamos no privado toda semana aqui nas redes sociais da ONG e acredito que da CBSk também. É uma bela iniciativa e um belo trabalho. A ponta de um trabalho que agora a gente pode começar a trilhar por mais um bom tempo”, completa Testinha. 


O mapeamento realizado como fruto da parceria entre CBSk e ONG Social Skate teve início em julho. Até aqui, 39 projetos foram cadastrados. As principais demandas apresentadas pelas iniciativas são a falta de recursos financeiros e de apoio com materiais para as atividades esportivas, a falta de locais apropriados e de pistas de skate adequadas e a deterioração de espaços públicos destinados ao fomento da prática esportiva. 


Além disso, dos 39 projetos, 27 atuam de forma independente, não estando regularizados juridicamente e, por isso, não podem ter acesso a recursos provenientes de leis de incentivo. A falta de recursos também é apontada como impeditivo para a regularização. 


“A cartilha foi pensada para aqueles que, assim como nós, da Social Skate, também encontraram no meio do caminho esta parte burocrática como obstáculo. Mas como Skatistas que somos, a cada Ollie saltamos barreiras e estamos ainda aprendendo a manobrar com destreza por este ambiente que parece difícil, mas que se descomplica, fica de fácil entendimento e possível de realizar a grande manobra fomentando o Skate como Ferramenta de Inclusão Social. A cartilha foi desenvolvida com base nos apontamentos apresentados pelos projetos, com o objetivo de orientar, facilitar e dar direção para que juntos possamos levantar a Bandeira do Skate como agente de Educação e Transformação Social”, destaca a pedagoga Leila Vieira. 


“O sentimento de inclusão, união e irmandade está na essência do estilo de vida dos skatistas. A parceria com a ONG Social Skate está permitindo com que a CBSk atue também nessa frente. Isso nos orgulha muito, pois estamos contribuindo para a estruturação e fomento do Skate Social no Brasil”, completa Lauro Netto, diretor de Arbitragem da CBSk. 


A cartilha Descomplica está disponível para download no site da CBSk pelo link > https://bit.ly/2H4Arxm . O material também está sendo enviado para todos os projetos já cadastrados até aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário