Damiris flerta com duplo-duplo e Lynx quebra sequência invicta do Sparks na WNBA - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Damiris flerta com duplo-duplo e Lynx quebra sequência invicta do Sparks na WNBA

Compartilhe

Damiris Dantas brilhou e o Minnesota Lynx voltou a vencer na WNBA. A brasileira flertou com um duplo-duplo e foi uma das líderes da equipe na vitória sobre o Los Angeles Sparks, por 96 a 78, na noite desta segunda-feira (31). O Lynx chegou ao 11º triunfo na liga e praticamente se garantiu nos playoffs. De quebra, acabou com uma sequência de nove tentos consecutivos do adversário.

Após a derrota dolorida no último domingo, o Lynx teve pouco tempo para se recuperar do baque e já encarou um dos melhores times do campeonato 24 horas depois. Mas nem parecia que o descanso havia sido pouco: a equipe de Minnesota voou em quadra e despachou o terceiro colocado da liga sem maiores dificuldades.



Damiris esteve muito próximo de marcar seu primeiro duplo-duplo na WNBA. Ela atuou por 33 minutos e estava com oito rebotes e dois dígitos de pontuação desde a metade do terceiro quarto, mas acabou parando nos nove rebotes. Ela ainda anotou 17 pontos e deu cinco assistências. Suas companheiras Napheesa Collier e Crystal Dangerfield marcaram 25 e 21 pontos, respectivamente.

O Minnesota Lynx segue na quarta colocação da classificação geral da WNBA, acumulando 11 vitórias e cinco derrotas. A equipe está a um triunfo de se garantir matematicamente nos playoffs. Já o Sparks permanece na terceira posição, agora com quatro derrotas e 12 vitórias. O Seattle Storm é o líder (13-3), seguido pelo Las Vegas Aces (12-3), com um jogo a menos.

Damiris Dantas e companhia voltam às quadras da IMG Academy, em Bradenton, na Flórida, já na próxima quarta-feira (02), às 20h, para enfrentar o Chicago Sky (11-6). No mesmo dia, às 21h, o Sparks terá o Dallas Wings (6-10) pela frente.

O jogo
Apesar do placar indicar uma vitória fácil do Lynx, o jogo não se iniciou de forma fácil. O Sparks venceu o primeiro quarto, por 27 a 19, e fez duelo duro na segunda passagem, chegando a abrir 11 pontos de vantagem (33 a 22). Mas foi aí que a estrela da brasileira começou a aparecer. Ela colocou a bola debaixo do braço e liderou a equipe rumo a virada.

Damiris acertou duas bolas de três e duas bolas do garrafão na metade final do segundo quarto, levando o Lynx a frente do placar. A fome de bola da brasileira e de suas companheiras era tamanha que o Minnesota chegou a impor dez pontos de frente (46 a 36) ainda no primeiro tempo, que foi encerrado em 49 a 40. Dantas foi para os vestiários com 12 pontos, cinco rebotes e uma assistência.

A brasileira chegou a sentir uma dor no braço direito no final do segundo período, após uma disputa de bola na defesa, mas voltou do intervalo sem maiores problemas. Ela não teve uma atuação destacável no retorno, mas suas parceiras mantiveram o mesmo ritmo e emplacaram uma vantagem ainda maior (71 a 58). Na parte final, a varrida foi ainda maior com uma inspirada Dangerfield.


Além das grandes atuações individuais já citadas, cabe destacar o bom trabalho defensivo imposto pela equipe de Minnesota no duelo, não deixando o poderoso ataque das bolas de três do Sparks funcionar no segundo período. Destaque também para Rachel Banham, que fez 18 pontos, em seis bolas de três, com 100% de aproveitamento, e para Bridget Carleton, com dez assistências.

Noite de recordes
Courtney Vandersloot bateu o recorde de assistências em um único jogo da WNBA nesta segunda. A armadora deu 18 passes para suas companheiras do Chicago Sky na vitória sobre o Indiana Fever, por 100 a 77. A marca anterior pertencia à portuguesa Ticha Penicheiro, do Sacramento Monarchs, que deu 16 assistências duas vezes (a última em 2002, contra o Los Angeles Sparks).



O detalhe é que foi a própria esposa de Vandersloot, Allie Quigley, que converteu a cesta para a 17ª assistência da armadora e a colocou na história.

Foto de capa: Divulgação/NBAE

Nenhum comentário:

Postar um comentário