Lynx, de Damiris, reage no fim mas é derrotado pelo Mercury na WNBA - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Lynx, de Damiris, reage no fim mas é derrotado pelo Mercury na WNBA

Compartilhe

Minnesota Lynx, time de Damiris Dantas, perdeu para o Phoenix Mercury na noite deste domingo (30) e chegou ao quinto revés na temporada da WNBA. Correndo atrás do placar durante todo o jogo, a equipe chegou a reagir na reta final, mas acabou derrotada em 83 a 79. A brasileira teve nova atuação discreta, e contribuiu com nove pontos.

O período inicial e o período final do duelo foram cruciais para a definição do resultado final. O Mercury foi avassalador no primeiro quarto e encerrou a passagem com 15 pontos de vantagem (33 a 18). Após dois períodos equilibrados, o Lynx chegou ao último quarto com 14 pontos atrás do placar e conseguiu uma bela reação, chegando aos segundos finais com chances de empatar o duelo. No entanto, a equipe de Phoenix se segurou e saiu com a vitória.

Damiris esteve em quadra durante 22 minutos e marcou nove pontos e pegou cinco rebotes, em um aproveitamento de 50% dos arremessos de quadra (4/8). O grande destaque de sua equipe foi Crystal Dangerfield, com 20 pontos anotados. Mesmo apagada, Napheesa Collier teve bons números, com 13 pontos, seis rebotes e quatro assistências.

Pelo lado do Mercury, três jogadoras comandaram a vitória da equipe. Skylar Diggins-Smith anotou 25 pontos (13 deles no último período), pegou três rebotes e três assistências. Diana Taurasi marcou 23 pontos e ficou com 12 rebotes, fazendo um duplo-duplo, assim como Brianna Turner, que captou 15 rebotes e fez dez pontos. 


Apesar do tropeço, o Lynx segue na quarta colocação geral da WNBA, com dez vitórias e cinco derrotas. A equipe está atrás de Seattle Storm (13-3), Las Vegas Aces (12-3) e Los Angeles Sparks (12-3), nesta ordem. Já o Mercury atingiu a terceira vitória seguida, chegando à nona na temporada, e está na sexta posição da liga.

Damiris e companheiras terão pouco tempo de descanso para se recuperar da derrota. Elas voltam a entrar em quadra já nesta segunda-feira, às 23h, contra o Sparks, em jogo remarcado após os boicotes da última semana, em protesto à violência policial contra negros. O Mercury, por sua vez, terá o Indiana Fever (5-10) pela frente, na quarta-feira.

Cabe lembrar que, por conta da pandemia do coronavírus, todos os jogos estão sendo realizados em Bradenton, na Flórida, em uma bolha sanitária criada pela WNBA para garantir segurança de todos os envolvidos. Diferente das demais temporadas, cada equipe fará 22 partidas e, por isso, a liga já está em fase final de conclusão. Os oito melhores times se garantem nos playoffs.

Foto: Ned Dishman/NBAE via Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário