Com média de 21 anos, Pinheiros anuncia elenco jovem para o NBB 2020/2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Com média de 21 anos, Pinheiros anuncia elenco jovem para o NBB 2020/2021

Compartilhe

A tradição pinheirense em formar atletas desde as categorias de base com o objetivo de prepará-los para o alto rendimento será trazida à prática de forma mais intensa na temporada 2020/21 do basquete masculino. Pelo menos dez jogadores, campeões de tudo o que disputaram na base receberão do técnico David Pelosini a oportunidade que sempre buscaram para se afirmar na modalidade.

“O projeto é a realização de um sonho antigo de vários pinheirenses. Às vezes o caminho não se completa, o jogador não tem oportunidade de ser lançado. Neste ano, eles chegaram até aqui por mérito. Ganharam três títulos em três campeonatos: Brasileiro Interclubes (Sub 21), LDB – Liga de Desenvolvimento do Basquete (Sub 20), ambos invictos, e também o Paulista”, reforça Pelosini.

Na faixa dos 20 anos, estão confirmados na equipe principal: Jonas Buffat, Jamison Jr, Mãozinha, Maicon Douglas e Daniel Aleixo, além de outros ainda mais jovens como, Gabriel Campos, Válter, Elvis e Tico.

“Será, com certeza, o time mais jovem da história do NBB”, enaltece Pelosini, há oito anos no clube e ganhador de 17 títulos com equipes de base, entre Pinheiros e seleções brasileira e paulista.

“Esses atletas aprenderam a vestir a camisa do Pinheiros com educação e disciplina. Criaram ao longo de anos uma identidade com o clube. Os mais experientes do elenco são Teichmann e Humberto, ambos vindos do Corinthians”, aponta Pelosini. Antes de atuar no Parque São Jorge, o ala-armador Humberto jogou seis temporadas na base do Pinheiros.

O treinador pinheirense ressalta que a transição do atleta para o alto rendimento, só se torna possível quando se trabalha com excelência na formação.

“Antes do Pinheiros, eu nunca havia trabalhado com uma estrutura tão organizada. Com jogadores bem formados, aumentam as chances de se alcançar metas e resultados projetados”, afirma Pelosini, eleito neste ano, pela terceira vez, como melhor técnico pela Federação Paulista de Basquete.

Apesar do momento de projeção dos atletas, prevalece a cautela que a situação exige, principalmente em relação às cobranças.

“Eles terão a oportunidade de jogar em outro nível. Agora é hora de amadurecer e demonstrar coragem, transformar o potencial em talento. LDB e NBB são completamente diferentes. Será uma temporada de aprendizado. Estamos todos alinhados e conscientes: diretoria, comissão técnica e atletas”, ratifica o treinador pinheirense.

Foto: Ricardo Bufolin/ECP

Nenhum comentário:

Postar um comentário