União Ciclística Internacional anuncia que Suíça não será sede do Campeonato Mundial de Ciclismo Estrada

Ciclistas em disputa no Campeonato Mundial de Ciclismo Estrada em 2019


A União Ciclística Internacional (UCI) anunciou que a Suíça não será mais sede do Campeonato Mundial de Ciclismo Estrada, programado inicialmente de 20 a 27 de setembro para as cidades de Aigle e Martigny. A decisão, divulgada nesta quarta-feira (12), veio após o Conselho Federal Suíço proibir reuniões acima de 1.000 pessoas até 31 de setembro no país. Uma exceção para que o Mundial fosse realizado não foi aceito pelo governo suíço. A UCI não enunciou uma nova sede.


O órgão que regulariza o ciclismo internacional chegou a dizer nas últimas semanas que não contava com um plano B, caso a Suíça não tivesse condições de sediar o evento. A ideia seria um cancelamento do Mundial, o que não foi anunciado hoje. Ao contrário, a UCI disse procurar uma nova sede, com circuito e condições parecidas com a que os ciclistas iriam encontrar na Suíça. A preferência da entidade é que a nova casa do Mundial 2020 seja pela Europa e que priorize manter as datas iniciais.


"Consciente de que o tempo é essencial para os atletas, as Federações Nacionais e todas as partes envolvidas, a UCI comunicará mais informações o mais rápido possível e tomará uma decisão final até 1º de setembro, o mais tardar", disse o comunicado da União Ciclística.


Surte +  Remco Evenepoel conquista o título do Tour da Polônia 2020


Foto: Divulgação/Twitter/UCI

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem