Na busca pelo segundo título na Superliga de Vôlei feminina, Praia Clube monta equipe forte - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Na busca pelo segundo título na Superliga de Vôlei feminina, Praia Clube monta equipe forte

Compartilhe

Quando a última edição da Superliga feminina de vôlei foi encerrada devido à pandemia da COVID 19, o Praia Clube (MG) ocupava o primeiro lugar na classificação geral. Superada a decepção pelo cancelamento necessário do campeonato, o time mineiro começou a se movimentar para a temporada 20/21. Campeã da edição 17/18, a equipe do treinador Paulo Coco busca voltar novamente ao topo do pódio e, para isso, montou uma equipe extremamente competitiva. 

Até o momento, o time mineiro já anunciou a renovação dos contratos das experientes ponteiras Fernanda Garay e Michelle, da oposta Monique, das centrais Walewska, Carol e Angélica e da levantadora Claudinha. Para o treinador Paulo Coco, que comandará a equipe de Uberlândia (MG) pelo quarto ano seguido, a equipe mineira chega para a temporada motivada e em busca de conquistas. 

“A expectativa para essa Superliga Banco do Brasil é muito grande pelo o que estamos passando e pelo novo protocolo de jogos. Pensamos em continuar fazendo um bom trabalho, representando o Praia Clube e a cidade de Uberlândia da melhor maneira possível. Temos uma equipe em condições de brigar nas competições que vamos disputar. O nosso time está sendo apresentado aos poucos e acredito que temos uma equipe em condições de fazer um grande trabalho”, afirmou Paulo Coco. 

Para Claudinha, que vai comandar o Praia Clube pela sétima temporada, a Superliga 20/21 tem tudo para ser especial. 

“Estou muito feliz de estar novamente no Praia Clube. Esperamos muitas coisas boas para essa temporada. Essa vai ser uma Superliga especial por tudo que estamos passando. Nos meses que fiquei parada, tentei usar esse tempo positivamente para recuperar o meu físico. Na última temporada tive muito problema com lesões. Fiz um trabalho de recuperação grande nesses meses”, explicou Claudinha. 

A levantadora ainda comentou sobre o momento atual que vivemos com a pandemia da COVID-19 e falou da vontade de voltar a disputar jogos de vôlei. 

“Estamos há alguns meses sem competição e tenho certeza de que todos estão com muitas saudades. O voleibol vai voltar ainda melhor. Sabemos que o momento é de adaptação. Estamos muito felizes de estar retornando e esperamos uma temporada de muito trabalho, adaptação, muita garra, vitórias e coisas positivas”, apostou Claudinha. 

Foto: Luciano Belford

Nenhum comentário:

Postar um comentário