Wimbledon vai pagar premiações para atletas que participariam do torneio cancelado em 2020 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Wimbledon vai pagar premiações para atletas que participariam do torneio cancelado em 2020

Compartilhe

O All England Lawn Tennis Club (AELTC) anunciou que vai pagar premiações para todos os 620 atletas que disputariam o torneio de Wimbledon em 2020, que foi cancelado por conta da pandemia de coronavírus. 

De acordo com os organizadores, o seguro contra cancelamento contratado pelo evento deixou a AELTC em posição de pagar as bonificações de forma igualitária entre atletas do feminino e masculino, tendo diferença apenas entre as categorias de cada chave. 

Os 224 atletas que jogariam o quali, englobando homens e mulheres, receberão cerca de R$ 75 mil. Na chave principal, os 256 integrantes receberão R$ 150,5 mil. Em duplas, os tenistas receberão aproximadamente R$ 38 mil. Na chave do tênis em cadeira de rodas, categoria Open, os jogadores ganharão R$ 36 mil e na categoria Quad serão distribuídos R$ 30 mil por atleta. 

De acordo com o diretor executivo do AELTC, Richard Lewis, após o cancelamento do evento neste ano, a principal atividade da organização foi arrumar formas de ajudar os atletas que participariam do torneio. 

"Sabemos que esses meses de incerteza têm sido muito preocupantes para esses grupos, incluindo os jogadores, muitos dos quais enfrentaram dificuldades financeiras que teriam antecipadamente justificado a oportunidade de ganhar prêmios em dinheiro em Wimbledon com base em seu ranking mundial. Estamos satisfeitos que nossa apólice de seguro tenha nos permitido reconhecer o impacto do cancelamento nos jogadores e que agora estamos em posição de oferecer esse pagamento como recompensa pelo trabalho árduo que eles investiram na construção de sua classificação a um ponto em que eles teriam conseguido entrar diretamente no Campeonato 2020", declarou Lewis.

Funcionários

A AELTC, contando com o apoio LTA, órgão que cuida do tênis na Grã Bretanha, trabalhou para garantir também os pagamentos de funcionários do torneio. A ação abrange também os funcionários que moram fora do país e viajariam para Londres por causa da realização do Torneio de Wimbledon.

Fim do ranking de grama no masculino

Wimbledon pôs fim no polêmico ranking de desempenho dos tenistas do campeonato masculino em torneios disputados na grama. Esse critério é utilizado para escolher os cabeças de chave do torneio. O formato era utilizado desde 2002 e agora só continuará valendo na chave feminina do evento. 

Doação de bolas de tênis

Com o evento deste ano sofrendo o cancelamento, o AELTC anunciou também a doação de 30 mil bolas de tênis da patrocinadora oficial do campeonato para a LTA. A entidade vai distribuir o equipamento pra treinadores, em clubes, parques e escolas registradas, para fomentar e incentivar o tênis britânico na retomada das atividades físicas na Grã Bretanha, após meses de restrições durante a pandemia de coronavírus. 

Quantidades menores de bolas serão doadas a duas instituições beneficentes apoiadas pela Fundação Wimbledon - a instituição de caridade oficial da AELTC e do Campeonato de Wimbledon.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário