Misha - mascote de Moscou 1980 - chora morte de seu criador, Victor Chizhikov, aos 84 anos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Misha - mascote de Moscou 1980 - chora morte de seu criador, Victor Chizhikov, aos 84 anos

Compartilhe

Um dia depois da Cerimônia de Abertura de Moscou 1980 comemorar 40 anos, o artista Victor Alexandrovich Chizhikov, faleceu aos 84 anos nesta segunda-feira, dia 20 de julho. A causa da morte ainda não foi anunciada.

Ele era um dos artistas mais célebres e condecorados da antiga União Soviética e da Rússia, e ilustrou mais de 100 livros infantis por toda sua carreira que começou nos anos 1950.

O anúncio foi feito pelo facebook pela editora AST, um dos maiores conglomerados literários da Rússia. Segundo a empresa, ele era um dos "representantes mais brilhantes da geração pós-guerra dos mestres de ilustração literária.

Ele começou sua carreira no fim dos anos 1950 pintando livros, caricaturas, charges e quadrinhos, e aos poucos desenvolveu seu estilo mais voltado para publicações infantis. Ele foi premiado com diploma Andersen – em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen – pelo livro "Dr. Aibolit".



"Mais de uma geração de crianças cresceram com seus desenhos. Os herois de muitos de seus livros infantis apaixonavam os seus leitores, por serem charmosos e humanos, engraçados e ingênuos. É impossível superestimar a contribuição para a arte da ilustração literária de victor Chizhikov - um artista e ser humano inteligente e engraçado", diz a publicação.

Seu caminho para a fama internacional veio com a criação do mascote Misha, que conquistou o coração de atletas e espectadores de muito inteiro  durante as Olimpíadas de Moscou. A imagem na cerimônia de encerramento em que multidão de espectadores levam um grande desenho em painel do ursinho às lágrimas é um dos momentos mais icônicos da história dos Jogos Olímpicos.

Foto: Reprodução e Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário