Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Saltos Ornamentais - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Saltos Ornamentais

Compartilhe

Atualizado em 04/05/2021, às 16h21

Status: Quase completo, restando apenas as realocações de vaga da Copa do Mundo.

Eventos: 8 eventos com 136 atletas (68 em cada naipe)
  • Trampolim de 3m individual (masculino e feminino)
  • Plataforma de 10m individual (masculino e feminino)
  • Trampolim de 3m sincronizado (masculino e feminino)
  • Plataforma de 10m sincronizado  (masculino e feminino)

Sistema qualificatório


Sete eventos distribuíram vagas olímpicas para Tóquio-2020. Seis deles foram realizados em 2019: Mundial de Esportes Aquáticos, Jogos Pan-Americanos e as Seletivas da Europa, da África, da Ásia e da Oceania. O Mundial distribuiu três vagas para cada uma das provas sincronizadas e 12 cotas para cada disputa individual. Já os torneios continentais deram uma vaga para cada prova individual.

O restante das vagas foi distribuída na Copa do Mundo, que foi realizada entre 01 e 06 de maio de 2021. A princípio, o evento seria realizado entre 18 e 23 de abril, no Japão. Porém, em 1º de abril, a FINA chegou a cancelar a competição após a força-tarefa da entidade afirmar que o plano do governo japonês em relação à Covid-19 não garantiria a saúde e a proteção dos todos os participantes. 

Nesse torneio, os semifinalistas de cada prova individual, além de quatro duplas por prova sincronizada, garantiram uma vaga olímpica. Como alguns dos 18 atletas das provas individuais já tinham vaga assegurada por outros meios, os demais lugares serão realocados até o fim de junho. O que se sabe é que, no final, a quantidade de atletas da modalidade não pode ultrapassar 136. Cabe destacar que o país-sede já possui oito atletas assegurados, uma dupla em cada disputa sincronizada.

Brasil

O Brasil tem quatro atletas garantidos nos Jogos Olímpicos. Todas as vagas vieram pela Copa do Mundo. Na plataforma de 10m masculina, Kawan Figueiredo e Isaac Souza conseguiram a vaga depois de ótimas participações na classificatória. Kawan ainda conseguiu chegar à final do evento, terminando na 10ª colocação geral.

Isaac Souza ficou a apenas uma posição da final da plataforma de 10m no último Mundial de Esportes Aquáticos (Foto: Jonne Roriz/COB)

Já no feminino, Luana Lira se classificou para a semifinal do trampolim de 3m e carimbou seu passaporte para Tóquio 2020. Na plataforma de 10m, Ingrid Oliveira chegou até a final e também se classificou. Na mesma prova, Giovanna Pedroso terminou na 20ª colocação e aguarda o processo de realocação de vagas para saber se irá ou não para as Olimpíadas. A tendência é que sua vaga seja confirmada em junho.


Países classificados
Trampolim de 3m individual masculino: China (2 atletas); Estados Unidos (2), Rússia (2), Grã-Bretanha, México, Colômbia, Alemanha, Ucrânia e Coreia do Sul (Mundial); Colômbia (América); Grã-Bretanha (Europa); Japão (Ásia); Austrália (Oceania); Egito (África); Espanha (2), Alemanha, França, México, Nova Zelândia, Jamaica, República Dominicana, Coreia do Sul, Irlanda, Canadá e Itália (Copa do Mundo); restam as vagas de realocação.

Plataforma de 10m individual masculina: China (2 atletas); Estados Unidos (2), Grã-Bretanha (2), Coreia do Sul, Ucrânia, França, Rússia, Canadá e Austrália (Mundial); México (América); Rússia (Europa); Singapura (Ásia); Austrália (Oceania); Egito (África); Brasil (Kawan Figueiredo e Isaac Souza), Japão (2), Alemanha (2), México, Porto Rico, Canadá, Coreia do Sul, França, Colômbia e Venezuela (Copa do Mundo); restam as vagas de realocação.

Trampolim de 3m sincronizado masculino: Japão (país-sede); China, Grã-Bretanha e México (Mundial); Alemanha, Itália, Comitê Olímpico da Rússia e Estados Unidos (Copa do Mundo).

Plataforma de 10m sincronizado masculina: Japão (país-sede); China, Grã-Bretanha e Rússia (Mundial); Canadá, México, Coreia do Sul e Ucrânia (Copa do Mundo).

Trampolim de 3m individual feminino: China (2 atletas); Austrália (2), Canadá (2), Alemanha, Japão, Grã-Bretanha, Malásia, Ucrânia e Países Baixos (Mundial); México (América); Rússia (Europa); Malásia (Ásia); Nova Zelândia (Oceania); África do Sul (África); Estados Unidos (2), México, Ucrânia, Japão, Suécia, Suíça, Grã-Bretanha, Brasil (Luana Lira), África do Sul e Coreia do Sul (Copa do Mundo); restam as vagas de realocação.

Plataforma de 10m individual feminina: China (2 atletas); Estados Unidos (2), Canadá (2), Itália, Austrália, Grã-Bretanha, Malásia, Japão e Países Baixos (Mundial); México (América); Ucrânia (Europa); Coreia do Norte (Ásia); Austrália (Oceania); Egito (África); Alemanha (2), Comitê Olímpico da Rússia (2), Malásia, México, Grã-Bretanha, Coreia do Sul, Singapura, Brasil (Ingrid Oliveira), Irlanda, Itália e França (Copa do Mundo); restam as vagas de realocação.

Trampolim de 3m sincronizado feminino: Japão (país-sede); China, Canadá e México (Mundial); Alemanha, Grã-Bretanha, Itália e Estados Unidos (Copa do Mundo);

Plataforma de 10m sincronizado feminina: Japão (país-sede); China, Malásia e Estados Unidos (Mundial); Canadá, Alemanha, Grã-Bretanha e México (Copa do Mundo).

+ Volte para a Central do Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados

Nenhum comentário:

Postar um comentário