Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Canoagem Slalom - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Canoagem Slalom

Compartilhe

Atualizado em 03 de maio de 2021

Status: Incompleto, com torneio pré-olímpico a ser disputado em maio

Eventos/Vagas: 4 eventos (C1 e K1 masculino; C1 e K1 feminino) com 82 atletas (24 nos K1s e 17 nos C1s).

Sistema qualificatório 

O Japão possui uma vaga assegurada nas quatro disputas, por ser país-sede. O Campeonato Mundial de 2019 distribuiu a maior quantidade de vagas olímpicas. No K1, os 18 primeiros colocados de cada naipe classificaram-se, enquanto no C1 os 11 primeiros obtiveram a vaga, também em cada naipe, e sempre respeitando o limite de um atleta por país.

Cada um dos cinco continentes tem direito a um representante extra em cada uma das provas (4 vagas por continente, totalizando 20). Apenas a Oceania já está definida: a Austrália terá um representante no C1 masculino. As três outras vagas disponíveis para o continente oceânico (K1 fem, K1 masc e C1 masc) serão realocadas para o ranking mundial (a ser encerrado em 1º de junho de 2021). Quanto às demais regiões, os pré-olímpicos continentais definirão as vagas. Vale ressaltar que o Pré-Olímpico das Américas, que ocorreria em abril no Rio de Janeiro, foi cancelado pela Federação Internacional e as vagas foram realocadas.

Torneio classificatório restante:

Pré-Olímpico Europeu: 7-9 de maio em Ivrea, na Itália - uma vaga por prova

Brasil 

Ana Sátila e Pepê Gonçalves conquistaram quatro medalhas de ouro no Pan de Lima (Jonne Roriz/COB)

O Brasil possui duas vagas asseguradas: uma no K1 masculino e outra no C1 feminino. Ambas foram obtidas no Mundial de 2019, por Pepê Gonçalves e Ana Sátila, respectivamente. Ana ainda conseguiu classificar-se para o K1 feminino, mas sua vaga não consta de forma oficial por ela já ter conseguido no C1 (um único atleta só pode garantir uma vaga para o país). Apesar disso, ela poderá competir em ambas as provas em Tóquio. 


   Países já classificados (as vagas são dos países, não dos atletas):
  • K1 masc: Alemanha, Austrália, Argentina, Áustria, Brasil, Canadá, China, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Ilhas Cook, Itália, Japão, Marrocos, Nova Zelândia, Portugal, República Tcheca, Rússia, Suécia, Suíça;
  • C1 masc: Austrália, Canadá, Cazaquistão, Croácia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Irlanda, Japão, Polônia, República Tcheca, Senegal e Suíça;
  • K1 fem: Alemanha, Andorra, Austrália*, Áustria, Brasil*, Canadá, Cazaquistão, China, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos*, França, Grã-Bretanha, Ilhas Cook, Itália, Japão, Marrocos, México, Nova Zelândia, Países Baixos, Polônia, República Tcheca, Rússia e Ucrânia
  • C1 fem: Alemanha, Andorra, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, China, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão, Nova Zelândia* e República Tcheca.
*A mesma atleta classificou o país em outra prova.

+ Volte para a Central do Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados

Nenhum comentário:

Postar um comentário