Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Tiro com Arco - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Tiro com Arco

Compartilhe

Status: Incompleto (68% das vagas preenchidas).

Eventos/Vagas: 5 eventos, todos arco recurvo, com 128 atletas.
  • Individual masculino (64 atletas);
  • Individual feminino (64 atletas);
  • Equipe masculina (12 equipes com três atletas em cada uma - todos participam do individual);
  • Equipe feminina (12 equipes com três atletas em cada uma - todos participam do individual);
  • Equipe mista

Sistema qualificatório

Das 64 vagas de cada naipe, três são destinadas ao país-sede e duas à Tripartite. Das 59 restantes, 33 são asseguradas através das classificações por equipes (cada equipe classifica três atletas), 21 advém de competições individuais (23 no caso dos homens) e 5 das cotas mistas (3 no caso dos homens).

Além do Japão, oito equipes obtiveram classificação por meio do Campeonato Mundial de 2019. As outras três virão do Torneio Pré-Olímpico Final, que acontecerá na França, em junho do ano que vem. 

O processo das equipes mistas já foi encerrado. Cada uma das competições multi-esportivas continentais (Jogos Asiáticos de 2018, uma nos Jogos Europeus de 2019, duas nos Jogos Pan-Americanos de 2019 e duas nos Jogos Africanos de 2019) deveria classificar uma dupla (um homem e uma mulher) para a Olimpíada. Todas as cinco vagas femininas foram preenchidas, enquanto as vagas masculinas europeia e pan-americana foram realocadas para as disputas individuais.

Um país poderá participar do torneio olímpico das equipes mistas na Olimpíada se possuir ao menos um homem e uma mulher classificados. Para isso, deverão estar entre os 16 mais bem “ranqueados” de todas as duplas envolvidas no torneio individual. 

Quanto às cotas individuais, 13 das 22 vagas masculinas já foram preenchidas, enquanto 13 das 21 das mulheres foram preenchidas. Quatro cotas individuais de cada naipe foram asseguradas no Mundial de 2019, para aqueles países que não classificaram equipes. As competições continentais deram 9 vagas aos homens (quatro na Ásia, duas na África, uma na Europa, duas nas Américas*) e 8 vagas às mulheres (a mesma distribuição que os homens, com exceção da América, que só houve uma vaga para as mulheres).

Todas as cotas individuais restantes serão distribuídas em competições pré-olímpicas a serem realizadas no ano que vem: 
Pré-Olímpico das Américas (março-abril de 2021 no México) - três vagas por naipe;
Pré-Olímpico da Oceania (março-abril de 2021 em Suva, Fiji) - uma vaga por naipe;
Pré-Olímpico da Europa (abril-maio de 2021 em Antalya, Turquia) - quatro vagas por naipe;
Pré-Olímpico Final (18-21 de junho de 2021 em Paris, na França) -  uma vaga no feminino e duas no masculino).

Brasil

Prata no Pan de Lima, Marcus Vinicius D'Almeida é o único brasileiro classificado no tiro com arco (Jonne Roriz/COB)

Marcus Vinicius D’Almeida, principal nome do tiro com arco brasileiro, é o único classificado para Tóquio. Ele obteve sua vaga com o vice-campeonato no Pan de Lima ano passado, perdendo a final para o canadense Crispin Duenas. O detalhe é que Marcus só conseguiu a vaga porque esta foi realocada para a disputa individual, uma vez que os Estados Unidos venceram o torneio de mistas, mas já haviam preenchido sua cota de um atleta no torneio masculino.

O Brasil tentará classificar a equipe masculina por meio do Pré-Olímpico Final. Esta será a única chance de algum outro homem integrar a delegação brasileira do tiro com arco nos Jogos. Quanto às mulheres, elas poderão tentar uma classificação individual no Pré-Olímpico das Américas, a ser realizado no México, e também uma classificação da equipe por meio do Pré-Olímpico Final.

Países classificados:
Equipes Masculino*: Austrália, Cazaquistão, China, Coreia do Sul, Grã-Bretanha, Índia, Japão, Países Baixos e Taiwan (restam três vagas);

Equipes Feminino*: Alemanha, Belarus, China, Coreia do Sul, Grã-Bretanha, Japão, Rússia, Taiwan e Ucrânia (restam três vagas);

Individual masculino: Bangladesh, Brasil, Canadá, Chade, Coreia do Norte, Egito, Espanha, Estados Unidos, Indonésia, Irã, Itália, Malásia, Mongólia, Nova Zelândia, Tunísia, Vietnã e mais três atletas de cada país classificado na disputa por equipes (*);

Individual feminino: Butão, Colômbia, Coreia do Norte, Costa do Marfim, Dinamarca, Egito, Estados Unidos, Índia, Indonésia, Itália, México, Moldova, Nova Zelândia, Países Baixos, Suécia, Tunísia, Vietnã e mais três atletas de cada país classificado na disputa por equipes (*);

Equipes Mistas** (classificados de momento): China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Egito, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Indonésia, Itália, Japão, Nova Zelândia, Taiwan e Vietnã.

+ Volte para a Central do Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados

Nenhum comentário:

Postar um comentário