Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Ciclismo Pista - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Ciclismo Pista

Compartilhe

Status: Concluída. As únicas mudanças que podem ocorrer são realocações de vagas não utilizadas.

Eventos/Vagas: 12 eventos (Keirin, Omnium, Madison, Sprint, Sprint por equipes e Perseguição por equipes; masculino e feminino) com 189 atletas no total

Sistema qualificatório

O ranking olímpico do dia 02 de março de 2020 foi utilizado como base para definir todos os ciclistas classificados para as provas de pista. Para a formação do ranking, foram considerados os resultados entre 06 de julho de 2018 e 01 de março de 2020. A pandemia de Covid-19 não prolongou esse período, logo, todos os atletas do ciclismo pista já estão definidos. Cada país tem um limite máximo de 15 atletas (8 no masculino e 7 no feminino) para a disciplina. Confira as classificações mais abaixo.

Brasil

Sem classificação. O país não terminou entre os melhores do ranking olímpico em nenhum dos eventos. As melhores colocações foram no keirin (21º) no masculino e no madison (27º) no feminino.

Brasileiros foram bronze no sprint por equipes do Pan de Lima, mas perderam a medalha após doping de Kacio Fonseca (Washington Alves/COB)

Países classificados

Sprint por equipes masculino (8 países - 3 atletas cada):
  • Ranking mundial de sprint por equipes: Países Baixos, França, Grã-Bretanha, Austrália, Nova Zelândia, Rússia, Alemanha e Polônia.

Sprint individual masculino (30 atletas) e Keirin masculino (30 atletas):
  • Países garantidos no sprint por equipes (dois atletas para cada - mesmos do "sprint por equipes" - veja acima): Países Baixos, França, Grã-Bretanha, Austrália, Nova Zelândia, Rússia, Alemanha e Polônia;
  • Ranking mundial de sprint (uma vaga para cada): Japão, Trinidad e Tobago, Malásia, China, Suriname, Canadá e África do Sul (cota continental);
  • Ranking mundial de keirin (+ uma vaga para cada): Japão, Malásia, Colômbia, República Tcheca, Canadá, Trinidad e Tobago, e Cazaquistão.

Perseguição por equipes masculino (8 países - 4 atletas cada):
  • Ranking mundial de perseguição por equipes: Dinamarca, Austrália, Nova Zelândia, Itália, Grã-Bretanha, Suíça, Alemanha e Canadá

Madison masculino (16 times - 2 atletas cada):
  • Países classificados na perseguição por equipes (mesmos atletas da "perseguição por equipes masculino" - veja acima): Dinamarca, Austrália, Nova Zelândia, Itália, Grã-Bretanha, Suíça, Alemanha e Canadá
  • Ranking mundial de madison: França, Bélgica, Espanha, Países Baixos, Estados Unidos, Polônia, Áustria e Irlanda.

Omnium masculino (20 atletas):
  • Ranking mundial de omnium (um atleta cada): Grã-Bretanha, Nova Zelândia, Itália, Austrália, Dinamarca, Japão, Alemanha, Grécia, Suíça, Belarus, Cazaquistão e África do Sul (cota continental)
  • Ranking mundial de madison (um atleta cada - mesmo do Madison): França, Bélgica, Espanha, Países Baixos, Estados Unidos, Polônia, Áustria e Irlanda.


Sprint por equipes feminino (8 países - 2 atletas cada):
  • Ranking mundial de sprint por equipes: Rússia, Alemanha, China, Austrália, Países Baixos, México, Polônia e Lituânia.

Sprint individual feminino (30 atletas) e Keirin feminino (30 atletas):
  • Países garantidos no sprint por equipes (duas atletas para cada - mesmas do "sprint por equipes" - veja acima): Rússia, Alemanha, China, Austrália, Países Baixos, México, Polônia e Lituânia.
  • Ranking mundial de sprint (uma atleta para cada): Hong Kong, Canadá, Nova Zelândia, Ucrânia, Grã-Bretanha, França e África do Sul (vaga continental);
  • Ranking mundial de keirin (+ uma atleta para cada): Hong Kong, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Japão, França, Canadá e Estados Unidos.

Perseguição por equipes feminino (8 países - 4 atletas):
  • Ranking mundial de perseguição por equipes: Austrália, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Itália e França.

Madison feminino (16 times de 2 atletas cada):
  • Países classificados na perseguição por equipes (mesmas atletas da "perseguição por equipes feminino" - veja acima): Austrália, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Itália e França;
  • Ranking mundial de madison: Países Baixos, Dinamarca, Bélgica, Rússia, Polônia, Irlanda, Japão e Hong Kong.

Omnium feminino (21 atletas):
  • Ranking mundial de omnium (uma atleta cada): Estados Unidos, Itália, Austrália, Grã-Bretanha, Portugal, Canadá, Nova Zelândia, França, China, México, Noruega, Belarus e Egito (cota continental);
  • Ranking mundial de madison (uma atleta cada - mesma do Madison): Países Baixos, Dinamarca, Bélgica, Rússia, Polônia, Irlanda, Japão e Hong Kong.

Nenhum comentário:

Postar um comentário