Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Taekwondo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Taekwondo

Compartilhe

Status: Interrompida. O restante dos eventos classificatórios só acontecerá em 2021.

Eventos/Vagas: 8 eventos com 128 atletas (16 por categoria)
  • Masculino: -58kg, 68kg, 80kg, +80kg;
  • Feminino: -49kg, 57 kg, 67kg, +67kg.

Sistema qualificatório


Ao todo, 92 das 128 cotas totais já foram preenchidas. O Ranking Mundial de 2019 classificou os 5 primeiros colocados de cada categoria para os Jogos. O Grand Slam de Wuxi, na China, em dezembro do ano passado, classificou os atletas campeões. Porém, em sete das oito categorias, o vencedor em Wuxi já havia garantido a vaga por ranking. Nesses casos, o sexto melhor atleta da lista mundial recebeu a vaga.

Na sequência, foram atribuídas as cotas continentais. Cada país poderia inscrever no máximo quatro atletas nos Pré-Olímpicos, dois por naipe. Foram duas por categoria no Pré-Olímpico das Américas, duas no Pré-Olímpico da África e uma no Pré-Olímpico da Oceania, além de quatro vagas ao país-sede, o Japão (duas em cada naipe, em diferentes categorias).

Além das 32 vagas que ainda estarão em disputa pelos torneios continentais de Ásia e Europa, ambos adiados, quatro estão garantidas ao Japão, país-sede, e outras quatro serão distribuídas a países da Tripartite (para aquelas categorias que não tiverem representantes dos país-sede).

Brasil


O Brasil classificou três atletas para os Jogos pelo Pré-Olímpicos das Américas - dois no masculino, Edival Pontes, o Netinho (68kg) e Ícaro Miguel (80kg); e uma no feminino, Milena Titoneli (67kg) - e não possui chances de novos classificados. Talisca Reis (49kg) também disputou o Pré-Olímpico, mas acabou perdendo a luta decisiva. Como apenas dois homens e duas mulheres podem participar dos eventos qualificatórios continentais do taekwondo, muitos atletas de nome da modalidade no Brasil, como Paulo Melo (58kg), Maicon Siqueira (+80kg) e Raiany Fidélis (+67kg) não chegaram nem a disputar o torneio classificatório.

Milena Titoneli conquistou o bronze no Mundial de 2019 e é a atual campeã pan-americana da categoria até 67kg (Foto: Washington Alves/COB)

Masculino
-58kg: 
Ranking Mundial: Jang Jun (Coreia do Sul), Vito Dell'Aquila (Itália), Jesús Tortosa (Espanha), Armin Hadipour (Irã), Mikhail Artamonov (Rússia) e Jack Woolley (Irlanda);
África: Solomon Demse (Etiópia) e Mohamed Khalil Jendoubi (Tunísia);
Américas: Lucas Guzmán (Argentina) e Jefferson Ochoa (Colômbia)
Oceania: Safwan Khalil (Austrália);
Europa: restam 02 vagas;
Ásia: restam 02 vagas;
País-sede: Sergio Suzuki (Japão);
Tripartite: -

-68kg:
Ranking Mundial: Lee Dae-hoon (Coreia do Sul), Bradly Sinden (Grã-Bertanha), Zhao Shuai (China), Javier Pérez (Espanha), Jaouad Achab (Bélgica) e Mirhashem Hosseini (Irã);
África:  Abdelrahman Wael (Egito) e Seydou Fofana (Mali);
Américas: Edival Pontes (Brasil) e Bernardo Pié (República Dominicana);
Oceania: Tom Burns (Nova Zelândia);
Europa: restam 02 vagas;
Ásia: restam 02 vagas;
País-sede: Ricardo Suzuki (Japão);
Tripartite: - 

-80kg:
Ranking Mundial: Maksim Khramtsov (Rússia), Milad Beigi (Azerbaijão), Cheick Sallah Cissé (Costa do Marfim), Nikita Rafalovich (Uzbequistão), Raúl Martínez (Espanha) e Toni Kanaet (Croácia);
África: Seif Eissa (Egito) e Achraf Mahboubi (Marrocos);
Américas: Ícaro Miguel Soares (Brasil) e Moisés Hernández (República Dominicana);
Oceania: Jack Marton (Austrália);
Europa: restam 02 vagas;
Ásia: restam 02 vagas;
País-sede: -
Tripartite: a definir

+80kg:
Ranking Mundial:  Vladislav Larin (Rússia), In Kyo-don (Coreia do Sul), Alexander Bachmann (Alemanha), Abdoul Razak Issoufou (Níger), Ivan Trajkovič (Eslovênia) e Mahama Cho (Grã-Bretanha);
África: Seydou Gbané (Costa do Marfim) e Anthony Obame (Gabão);
Américas: Rafael Alba (Cuba) e Carlos Sansores (México);
Oceania: Pita Taufatofua (Tonga);
Europa: restam 02 vagas;
Ásia: restam 02 vagas;
País-sede: -
Tripartite: a definir

Feminino
-49kg:
Ranking Mundial: Panipak Wongpattanakit (Tailândia), Sim Jae-young (Coreia do Sul), Tijana Bogdanović (Sérvia), Rukiye Yıldırım (Turquia), Kristina Tomić (Cróacia) e Wu Jingyu (China);
África: Nour Abdelsalam (Egito) e  Oumaima El-Bouchti (Marrocos);
Américas: Andrea Ramírez (Colômbia) e Victoria Stambaugh (Porto Rico);
Oceania: -*
Europa: restam 02 vagas;
Ásia: restam 02 vagas;
País-sede: Miyu Yamada (Japão);
Tripartite: -
*Nenhuma atleta competiu no Pré-Olímpico da Oceania nessa categoria. A realocação da vaga ainda será definida.

-57kg:
Ranking Mundial: Jade Jones (Grã-Bretanha), Lee Ah-reum (Coreia do Sul), İrem Yaman (Turquia), Tatiana Kudashova (Rússia) e Skylar Park (Canadá);
Grand Slam de Wuxi de 2019: Zhou Lijun (China);
África:  Nada Laaraj (Marrocos) e Tekiath Ben Yessouf (Níger)
Américas:  Fernanda Aguirre (Chile) e Anastasija Zolotic (Estados Unidos)
Oceania: Stacey Hymer (Austrália);
Europa: restam 02 vagas
Ásia: restam 02 vagas
País-sede: Mayu Hamada (Japão)
Tripartite: -

-67kg:
Ranking Mundial: Ruth Gbagbi (Costa do Marfim), Nur Tatar (Turquia), Matea Jelić (Croácia), Lauren Williams (Grã-bretanha), Zhang Mengyu (China) e Paige McPherson (Estados Unidos);
África: Hedaya Malak (Egito) e Elizabeth Anyanacho (Nigéria);
Américas: Milena Titoneli (Brasil) e Aliyah Shipman (Haiti);
Oceania: Malia Paseka (Tonga);
Europa: restam 02 vagas
Ásia: restam 02 vagas
País-sede: -
Tripartite: a definir

+67kg:
Ranking Mundial: Bianca Walkden (Grã-Bretanha), Zheng Shuyin (China), Lee Da-bin (Coreia do Sul), Milica Mandić (Sérvia), Nafia Kuş (Turquia) e Aleksandra Kowalczuk (Polônia);
África: Aminata Traoré (Costa do Marfim) e Faith Ogallo (Quênia);
Américas:  Katherine Rodríguez (República Dominicana) e Briseida Acosta (México);
Oceania: Reba Stewart (Austrália);
Europa: restam 02 vagas
Ásia: restam 02 vagas
País-sede: - 
Tripartite: a definir

Nenhum comentário:

Postar um comentário