Grupo francês cria petição solicitando o cancelamento dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Grupo francês cria petição solicitando o cancelamento dos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Compartilhe

O grupo de oposição "Non aux JO2024 à Paris" criou uma petição para pedir ao governo francês que desista de receber os Jogos Olímpicos em 2024. Citando a crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus, os reacionários disseram que a França necessita de investimento em outras áreas, como saúde e educação, e não em um megaevento.

"Devemos rejeitar os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Temos de investir em saúde, educação, habitação e serviços públicos. A atual crise econômica e social merece mais financiamento do que os Jogos Olímpicos", destacou o grupo no texto da petição.

O grupo também destacou as dificuldades enfrentadas por Tóquio após o adiamento da Olimpíada e alertou para a recessão que o Japão sofrerá com um possível cancelamento da edição.

"Os Jogos Olímpicos são um símbolo da globalização incontrolável e uma ameaça ao meio ambiente e à nossa herança. Acima de tudo, são um imenso desperdício para o benefício de alguns (patrocinadores corporativos, incorporadoras, setor de construção ...) que não podemos mais pagar", pontuou o "Non aux JO2024 à Paris".

Até o momento, 916 assinaturas foram coletadas pela petição. O grupo estipulou uma meta de 2 mil nomes.

Esta situação é apenas mais uma dentro da grave crise vivida pela organização dos Jogos Olímpicos de Paris. Em meio à pandemia do coronavírus e após o adiamento de Tóquio-2020, a organização passou a sofrer constantes críticas pela sua forma de agir.

Guy Drut, membro do COI e ex-ministro de Esportes da França, criticou os planos iniciais do megaevento, em uma coluna publicada na FranceInfo, indicando que estavam "obsoletos e ultrapassados". O comentário gerou um desconforto dentro do comitê organizador.

Mais recentemente, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, admitiu que a crise gerada pela pandemia do coronavírus obrigaria os organizadores a realizar "novos testes", considerando diminuir custos para superar os novos desafios econômicos. O comitê organizador ainda estuda de quais formas o vírus afetará seu planejamento.

Foto: Reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário