Após fiasco do Adria Tour nos Bálcãs, EUA planejam torneio de tênis com público - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Após fiasco do Adria Tour nos Bálcãs, EUA planejam torneio de tênis com público

Compartilhe

Mesmo com toda a controvérsia causada pelo Adria Tour, evento organizado por Novak Djokovic na região dos Bálcãs e que foi cancelado após diversos jogadores testarem positivo para o coronavírus, o estado norte-americano da Geórgia tenta emplacar um torneio de tênis com presença de público, a ocorrer entre 3 e 5 de julho. 

Chamada de DraftKings All-American Team Cup, a competição contará com os oito melhores tenistas norte-americanos do ranking mundial da ATP em uma disputa por equipes, realizada em Peachtree Corners, cidade a cerca de 48 quilômetros de Atlanta. 

Os tenistas convidados foram John Isner (21°), Sam Querrey (45°), Tennys Sandgren (55°) e Steve Johnson (63°) para formar o Time Stripes e Taylor Fritz (24°), Reilly Opelka (39°), Tommy Paul (57°) e Frances Tiafoe (81°) fazendo parte do Time Stars.



Protocolos contra o coronavírus


O ginásio Life Time Athletic and Tennis, onde o torneio será realizado, receberá cerca de 450 pessoas, 30% de sua capacidade total. Haverá um espaço de 1,5 metro entre cada bloco de ingressos vendido (no caso de compras em grupo), com alternância entre as fileiras, cumprindo normas de distanciamento. 

Todos os jogadores serão testados diariamente, incluindo antes da chegada à cidade. Eles ficarão isolados em um andar exclusivo no hotel durante a competição. O diretor do evento, Eddie Gonzales falou mais sobre as medidas de segurança impostas pela organização em entrevista concedida a Forbes. 

"Todos os dias faremos uma verificação diária da temperatura, tanto para os jogadores quanto para todos e quaisquer patrocinadores de tênis, funcionários e fornecedores que entram no local", disse Gonzalez. "Também vamos distribuir máscaras para os participantes como um protocolo, mas elas não serão obrigatórias.

"Sentimos que temos a oportunidade de mostrar ao mundo que um evento de tênis ao vivo com os fãs pode ser bem-sucedido. Achamos que é muito importante para o esporte. É emocionante para nossa equipe saber que este é o primeiro evento de esporte ao vivo na Geórgia com fãs e é o primeiro evento de tênis ao vivo nos Estados Unidos com fãs, e é importante que tenhamos sucesso porque isso ajudará a pavimentar o caminho para o resto das turnês daqui para frente", concluiu Gonzales. 

Como não repetir o Adria Tour?

O estado da Geórgia conta com aproximadamente 70 mil casos de coronavírus e cerca de 3 mil mortes. De acordo o ex-tenista Patrick McEnroe, é importante que o evento ocorra com as devidas precauções, para que não repita o insucesso do Adria Tour. Ele ressaltou que a modalidade é conhecida por seu distanciamento natural. 

"O tênis tem uma grande oportunidade aqui, porque o tênis é um esporte naturalmente socialmente distanciado", disse McEnroe. "É muito fácil manter a distância social". 

Cunho social


O DraftKings All-American Team Cup arrecadará fundos para a Folded Flag Fundation, uma entidade que fornece bolsas de estudo para familiares de militares norte-americanos que morreram a serviço do país. 



Foto: AP Photo/Ben Curtis

Nenhum comentário:

Postar um comentário