UCI divulga revisão do calendário completo do ciclismo de estrada - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

UCI divulga revisão do calendário completo do ciclismo de estrada

Compartilhe

Duas semanas depois de divulgar o calendário revisado do World Tour, a União Ciclísta Internacional (UCI) anunciou na última terça-feira, 19, as novas datas para as demais competições da disciplina de estrada. Ao todo, 91 eventos ganharam novos cronogramas, após modificações causadas pela pandemia do coronavírus.

As competições envolvem as seguintes classes: Pro Series, Classe 1, Classe 2, Copa das Nações, Sub-23 e categorias júnior. Dos 91 eventos, apenas 20 correspondem as mulheres, 19 na elite e um no júnior. Para os homens, 61 competições são para a elite, seis para o sub-23 e quatro para o júnior.

O Sibiu Cycling Tour, na Romênia, campeonato da Classe 2, reabrirá a temporada, da estrada com previsão para ocorrer entre 02 e 05 de julho. O último evento internacional do ano será o Tour de Okinawa, no Japão, evento Classe 2, que acontecerá em 8 de novembro, mesmo dia do encerramento da Vuelta a España. Para conferir o calendário completo, clique aqui.

O calendário do ciclismo, assim como o da maioria dos outros esportes pelo mundo, está paralisado desde março, em decorrência da crise sanitária global. A UCI estipula que cerca de mil eventos foram adiados ou cancelados durante o delicado momento, o que representa 45% de seu calendário, sendo o ciclismo de estrada a disciplina mais afetada.

A UCI deixou claro que as novas datas anunciadas são provisórias e podem sofrer alterações. A entidade está avaliando a situação mundial e fará os ajustes pontuais a depender da necessidade.

"Sabemos que essas datas, por mais importantes que sejam, permanecem sujeitas a modificações, dependendo do desenvolvimento da pandemia nas próximas semanas e meses. Vamos nos adaptar a qualquer contexto, se necessário, mas podemos ficar satisfeitos que nosso esporte esteja definindo progressivamente uma estrutura geral que nos permita antecipar um retorno ao normal", disse o presidente da UCI, David Lappartient.

Foto: Washington Alves/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário