Giro d'Italia e Vuelta a España 2020 são reprogramados para outubro - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Giro d'Italia e Vuelta a España 2020 são reprogramados para outubro

Compartilhe

A União Internacional de Ciclismo (UCI) publicou, nesta terça-feira (05), o calendário revisado do ciclismo de estrada para o restante da temporada de 2020, após novas modificações causadas pela pandemia do coronavírus. O início do WorldTour foi marcado para 1º de agosto, com o Strade de Bianche. O Giro d'Italia e a Vuelta a España ganharam novas datas e começarão em 3 de outubro e em 20 de outubro, respectivamente.

Serão disputados 25 eventos entre a data de início, em agosto, até 8 de novembro, quando a Vuelta a España está programada para acabar. As Grande Voltas ficarão espremidas nesse período de três meses. A Vuelta já teve seu percurso reduzido e acontecerá com três etapas a menos do que o tradicional nesta edição. O Giro, por outro lado, teve seu cronograma original mantido, com encerramento previsto para 25 de outubro.


Outubro será frenético. Além do Giro e da Vuelta, quatro das cinco corridas do Monumento ocorrerão no mês: Liège-Bastogne-Liège (04), Tour des Flandres (18), Paris-Roubaix (25) e Giro di Lombardia (31). Milão-Sanremo ocorrerá em 8 de agosto.

O Tour de France, adiado no mês passado, segue confirmado para ocorrer entre 29 de agosto e 20 de setembro. O presidente da UCI, David Lappartient, disse que não realizar o evento vitrine da entidade nesta temporada "seria um desastre".

+ Relembre o percurso do Tour de France 2020

No dia do encerramento do Tour de France, será iniciado o Campeonato Mundial de Aigle, na Suíça, que irá até 27 de setembro. Os campeonatos nacionais estão agendados para 20 a 23 de agosto e o Europeu para 24 a 28 de agosto.

Tour de France (Foto: Chris Auld/Bicycling)
Todas essas datas foram encontradas após intensas discussões com atletas, dirigentes e organizadores nas últimas semanas. Com as competições paralisadas desde março, a UCI reiterou que os novos cronogramas, estarão sujeitos a alterações, a depender da situação sanitária global no futuro.

"Elaboramos um novo calendário sólido, atraente e variado, o mais realista e coerente possível. Isso foi alcançado o mais cedo possível e de acordo com as informações disponíveis hoje sobre a evolução da pandemia. Ciclistas, equipes e organizadores agora têm as datas necessárias para antecipar a retomada das corridas no dia 1º de agosto", comentou Lappartient.


WorldTour Feminino

Se o circuito masculino foi prejudicado, o circuito feminino não ficou para trás. Apenas um evento do World Tour foi realizado antes da paralisação e três organizadores cancelaram suas competições desde então.

Assim como o masculino, o calendário feminino será retomado em 1º de agosto, com o Strade de Bianche, e será encerrado em 8 de novembro, com a finalização do Desafio de Madri da Vuelta a España. Durante o período, serão 18 corridas, sendo 13 de um dia e cinco de palco.

Pela primeira vez na história, haverá a versão feminina de Paris-Roubaix, que acontecerá no mesmo dia que a masculina, em 25 de outubro. O Giro d'Italia Internacional ocorrerá entre 11 e 19 de setembro.

"O novo calendário preservará o caráter excepcional da temporada 2020, marcado pela profissionalização do ciclismo de estrada com a introdução do UCI Women's WorldTeams e novas medidas importantes, como salário mínimo para ciclistas nessas equipes, cobertura ao vivo de todos os eventos na TV", pontuou o presidente da UCI.

Foto: Sarah Meyssonnier

Nenhum comentário:

Postar um comentário