Jogador da seleção de futebol da Tunísia desrespeita quarentena, agride policial e fica preso por duas semanas - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Jogador da seleção de futebol da Tunísia desrespeita quarentena, agride policial e fica preso por duas semanas

Compartilhe


Hamdi Nagguez, lateral direito do FK Suduva (Lituânia) e da seleção tunisiana, deixou no sábado (16) a prisão após violar as medidas de isolamento na Tunísia durante o último mês, em meio à pandemia do novo coronavírus. 

Nagguez foi preso no dia 22 de abril enquanto dirigia sem autorização e ainda atacou um policial quando foi abordado. Por isso, Nagguez foi condenado a quatro meses de prisão e estava na cadeia desde 30 de abril. No entanto, duas semanas depois, o jogador teve a sentença suspensa e só na última sexta (15) a notícia de sua prisão se tornou pública, pelo site Africa top sport.

A imprensa do país afirma que a Federação Tunisiana de Futebol colocou dois advogados à disposição de Nagguez. Além disso, o presidente do Etoile du Sahel, Ridha Charfeddine, antigo clube do lateral, teria convencido a polícia local a retirar a queixa contra o jogador.

Nagguez esteve presente última copa do mundo, disputada na Rússia em 2018. Ele ficou notabilizado na época da Copa por vomitar em campo antes do segundo tempo do jogo contra a bélgica, que terminou 5 a 2 para os diabos vermelhos.

foto: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário