Giulio Ciccone e Fabio Jakobsen vencem "Desafio das Estrelas", a competição virtual de ciclismo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Giulio Ciccone e Fabio Jakobsen vencem "Desafio das Estrelas", a competição virtual de ciclismo

Compartilhe

O italiano Giulio Ciccone e o neerlandês Fabio Jakobsen venceram a primeira edição do Desafio das Estrelas, uma competição virtual do ciclismo, realizada neste final de semana. Ciccone ganhou na disputa de subida, enquanto Jakobsen triunfou no sprint.

O torneio alternativo foi realizado pela RCS Sports em parceria com a plataforma BKOOL. Cada uma das disputas reuniu oito dos melhores ciclistas do mundo, se enfrentando em formato de mata-mata simples. Todos os atletas estiveram em suas casas, utilizando bicicletas estacionárias e conectados pela internet, respeitando as medidas preventivas contra a disseminação do coronavírus.

Chaveamento do sprint do Desafio das Estrelas (Reprodução)
No evento de sprint, realizada no sábado, 23, a corrida reuniu um percurso de 1,2km, com simulação do interior da Toscana. Fabio Jakobsen, atual campeão neerlandês, sagrou-se campeão. Ele venceu o atual campeão mundial, Mads Pederson, na primeira rodada, e o alemão Pascal Ackermann, na semifinal. Na decisão, superou o italiano Filippo Ganna para ficar com o título.

"[O percurso] É mais do que o sprint normal, as pernas estão muito doloridas", disse o piloto da Arkéa-Samsic, após a vitória. "Você precisa olhar para a tela, ficar o mais próximo possível e, a 400 ou 500 metros, dei tudo o que tenho, destruí a bike e corri para a linha de chegada".

Neste domingo, foi realizada a competição de subida de montanha. Com uma simulação de Stelvio, ao norte da Itália, Giulio Ciccone superou o belga Thomas de Gendt na grande final, vencendo os 2,9km e o gradiente médio de 8,69% para ficar com o título. O atleta da Trek Segafredo ainda passou pelo dinamarquês Jakob Fuglsang e pelo alemão Simon Geschke antes da decisão.

Chaveamento da subida no Desafio das Estrelas (Reprodução)
Os destaques - negativos - do Desafio das Estrelas ficaram por conta dos campeões do Tour de France, o britânico Chris Froome (quatro títulos) e o italiano Vincenzo Nibali (um título), que foram eliminados na primeira rodada da disputa.

Ciccone e Jakobsen elogiaram o formato de disputa e destacaram a importância de competir, mesmo que de forma alternativa, e se divertir durante a pandemia. "Gostei muito do Desafio das Estrelas, é um formato único e é um desafio real, me diverti", disse o italiano.

O ciclismo mundial está paralisado desde meados de março, por conta da crise sanitária global gerada pelo coronavírus. O calendário da disciplina de estrada permanecerá paralisado até o final de junho. As primeiras competições de retomada estão programadas para julho e o World Tour voltará em agosto. O Tour de France está previsto para 29 de agosto a 20 de setembro e a Vuelta a España e o Giro d'Italia acontecerão em outubro.

Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário