Com dificuldades para respirar por conta do coronavírus, medalhista olímpico Márcio Araújo é internado - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Com dificuldades para respirar por conta do coronavírus, medalhista olímpico Márcio Araújo é internado

Compartilhe


Vice-campeão olímpico em Pequim-2008 ao lado de Fábio Luiz no vôlei de praia, Márcio Araújo tem sofrido bastante com o coronavírus. Após revelar no último sábado (9) que voltou para casa após não conseguir ser internado em hospital que por estar superlotado, não tinha leitos de UTI, o ex-atleta de 46 anos anunciou nesta segunda (11) em seu Instagram que, com muitas dificuldades para respirar, conseguiu uma internação.

Márcio está internado no Hospital Central de Fortaleza, cidade onde mora. Na postagem ele revelou que a falta de ar estava o "matando" e, por isso, buscou novamente a internação. Márcio chegou a dar entrevista para o site globoesporte.com no domingo (10) dizendo que tinha tido uma leve melhora e que o período entre quinta e sábado - quando foi para uma casa de praia a 60km de Fortaleza para não contaminar sua esposa grávida de oito meses e seus filhos - foram os piores dias de sua vida.


"Foi um erro. Eu dormi mal de quinta para sexta. Na sexta fiquei ainda pior, com dificuldade para respirar, muita falta de oxigênio. Peguei o meu carro e voltei. Na estrada, tive ânsia de desmaio duas vezes. Tive de me segurar com muita força para não desmaiar. No hospital, novamente estava tudo muito lotado, mas até fui atendido com rapidez. Eu queria me internar, precisava de oxigênio, mas a médica disse que era psicológico. Só que 40% do pulmão comprometido. Quase morri de sexta pra sábado. "

Na  entrevista, Márcio deu seu relato de como a situação é grave na capital cearense:

"A situação está muito pior do que na televisão. É muita ambulância chegando, muita gente idosa. E vi que tinha gente que não ia aguentar. Eu vi que não era prioridade na frente daquelas pessoas. Infelizmente, as pessoas não respeitaram o isolamento, colapsaram os hospitais e o sistema de saúde. E gente que respeitou a quarentena não tem vaga"

O Ceará é um dos estados que mais está sofrendo com coronavírus no Brasil, ficando só atrás de Rio de Janeiro e São Paulo em número de casos absolutos.

foto: Divulgação/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário