Federação Internacional de Handebol revela que conseguirá superar crise da pandemia sem ajuda financeira do COI - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Federação Internacional de Handebol revela que conseguirá superar crise da pandemia sem ajuda financeira do COI

Compartilhe
A Federação Internacional de Handebol (IHF) revelou que conseguirá superar a crise financeira gerada pela pandemia do coronavírus sem ajudas externas. A IHF já comunicou o Comitê Olímpico Internacional (COI) que não precisará receber o auxílio extra que a entidade distribuirá às federações internacionais, dada sua estabilidade financeira.

"Graças à situação financeira saudável da IHF, respondemos ao COI convidando-os a dedicar a assistência financeira mencionada às federações internacionais que são profundamente afetados financeiramente pela pandemia da COVID-19 e pelo adiamento dos Jogos Olímpicos de 2020", revelou a federação ao insidethagames.

Nos últimos tempos, a IHF passou a divulgar com mais transparência seus gastos anuais e as novas contas revelam que a federação possui uma base forte de ativos financeiros. No final de 2018 - último dado que se tem disponível -, esses valores chegavam a mais de R$ 730 milhões de ativos, um número muito alto se comparado à outras federações.

Recentemente, o COI anunciou que auxiliará as federações internacionais a lidar com os gastos extras gerados pelo adiamento dos Jogos de Tóquio. Não só por isso, mas também por conta da pandemia do coronavírus, diversas entidades esportivas estão passando por grandes desafios financeiros. Algumas já reduziram salários de funcionários e outras foram a obrigadas a demiti-los.

A IHF foi a primeira federação a reconhecer que não precisaria da ajuda do COI, podendo sua parte do dinheiro ser melhor distribuída para outros órgãos mais necessitados. Além disso, a federação de handebol notificou que não demitiria seus funcionários em meio à crise, segundo o insidethegames.

Foto: Matthias Schrader/AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário