Alison crê que as forças do vôlei de praia vão embaralhar para os jogos de Tóquio: "Em um ano tudo pode acontecer" - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Alison crê que as forças do vôlei de praia vão embaralhar para os jogos de Tóquio: "Em um ano tudo pode acontecer"

Compartilhe


Campeão olímpico na Rio 2016 ao lado de Bruno Schmidt e atualmente jogando com Álvaro, Alison fez uma live em parceria com seu patrocinador, a fornecedora de material esportivo Under Armour, e falou sobre o que espera sobre os jogos de Tóquio, que acontecerão em 2021:

"Em um ano muita coisa pode mudar. Quem estava bem agora pode chegar em piores condições no Japão e quem está por baixo pode melhorar até lá." Disse Alison, que também acha que 2020 será um ano perdido para o Vôlei de Praia e acredita que quem se adaptar melhor às mudanças sairá ganhando após o fim da quarentena. 

Alison também afirmou que mantém contato constante com seu parceiro Álvaro, que mora em João Pessoa (PB): "Temos um entrosamento muito bom e estamos sempre em contato. Precisamos focar no que podemos controlar e manter a forma física e mental "

Alison também afirma que mantém contato todos os dias com seu staff, para não perder preparo físico durante o período de quarentena: "Estou online todos os dias com minha equipe de preparadores, treinadores e psicóloga. A ideia é não perder preparo físico para quando a rotina voltar ao normal o prejuízo não ser tão grande" falou.

Já classificado para Tóquio, Alison vai para a terceira olimpíada da carreira. Além do ouro na Rio 2016, ele é medalha de prata em Londres 2012, ao lado de Emanuel.

foto: Willian Lucas/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário