Presidente do Comitê Olímpico Norueguês pede boicote do país se Jogos acontecerem em julho - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Presidente do Comitê Olímpico Norueguês pede boicote do país se Jogos acontecerem em julho

Compartilhe


A Presidente do Comitê Olímpico Norueguês (NIF) Berit Kjoll, foi além ao pedido feito ao Comitê Olímpico Internacional (COI) na sexta-feira para que adie os Jogos Olímpicos de Tóquio. Agora, a entidade afirma que irá protocolar ao Conselho de Esportes uma recomendação para que os atletas do país não viagem a Tóquio se os Jogos ainda forem disputados neste verão.

"A situação do coronavírus muda de hora em hora, infelizmente para pior. Em vista disso e da situação muito grave em que estamos, não será possível realizar a Olimpíada de Tóquio (e Paralimpíada) em julho, conforme planejado", disse a entidade em comunicado.

"Não é justo para a saúde dos atletas, ou até para o evento esportivo, a realização de uma Olimpíada neste verão. Portanto, recomendo ao Conselho de Esportes que os atletas noruegueses não sejam enviados para as Olimpíadas de Tóquio 2020 se os jogos forem realizados neste verão", declarou Berit Kjoll, presidenta do NIF.

Ainda que não seja um boicote já declarado, como os casos de Canadá e Austrália, é provável que a decisão seja acatada pelo Conselho e põe mais pressão para o COI adiar os Jogos.

Um dos principais atletas e esperança de medalha do país, o jogador de vôlei de praia Anders Mol, parceiro de Christian Sørum, já havia declarado que a mudança de data é a escolha mais sensata a ser feita.

Foto: FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário