Parada das Nações: Zâmbia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Parada das Nações: Zâmbia

Compartilhe



Sigla: ZAM
Medalhas na história: Ouro 0 | Prata 1 | Bronze 1 | Total: 2
No Rio de Janeiro... Ouro 0 | Prata 0 | Bronze 0 | Total: 0

Zâmbia, país localizado no sudeste da África, estreou nos Jogos Olímpicos em 1960, sob o nome de Rodésia e 1964 como Rodésia do Norte. Só em 1968 que foi usado o nome atual. Zâmbia só ficou de fora dos Jogos de 1976 por causa do boicote africano e tem duas medalhas olímpicas, uma de bronze conquistada no boxe e uma de prata conquistada no atletismo.

A maior delegação enviada por Zâmbia foi de 40 atletas  nos Jogos de Moscou em 1980. Já no Rio de Janeiro em 2016 foram apenas 7 atletas nos Jogos.


Esporte forte

Atletismo - O atletismo foi o esporte que deu uma medalha à Zâmbia, prata com Samuel Matete nos 400 metros com barreiras em Atlanta 96, mas agora as provas mais fortes dos zambianos são os 200 e 400 metros feminino, onde residem as melhores chances de chegar perto de uma medalha no Rio de Janeiro.

Destaque




Sydney Siame (Atletismo) - Siame é o atual grande velocista de Zambia. Campeão dos Jogos Africanos em 2018 e 5° colocado nos Jogos da Comunidade Britânica no mesmo ano. O zambiano também foi campeão dos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014 e busca uma boa participação em Tóquio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário