Impossibilitada de receber eventos em seu território, China decidirá vaga olímpica do futebol feminino em outro país - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Impossibilitada de receber eventos em seu território, China decidirá vaga olímpica do futebol feminino em outro país

Compartilhe

A seleção chinesa de futebol feminino  está a duas partidas dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em março, a equipe enfrentará a Coreia do Sul em jogos de ida e volta e decidirá a vaga como mandante. Devido ao surto do coronavírus, as chinesas estão impossibilitadas de hospedarem qualquer evento em seu país e terão que jogar no exterior.

Uma fonte interna da Federação Chinesa de Futebol (CFA) disse ao portal China Daily que a entidade procura um local cômodo para receber a partida. O plano inicial era levar o confronto decisivo para o Japão. No entanto, é provável que isto não aconteça, porque o país-sede dos Jogos tem mantido políticas restritas de entrada de viajantes vindos de Hubei, na China, epicentro do surto do vírus. 

O duelo que vale a vaga olímpica está previsto para acontecer dia 11 de março. Cinco dias antes, em 6 de março, acontece o primeiro jogo, em Yongin, na Coreia do Sul. Do outro lado da chave, Austrália e Vietnã se enfrentam, também em partidas de ida e volta, pela segunda cota asiática aos Jogos.

O grupo B do Pré-Olímpico Asiático já sofreu muito por conta do coronavírus e teve que ser reprogramado algumas vezes. Antes, estava previsto para acontecer em Wuhan, na China, depois mudou-se para Nanjing, também na China, e foi transferido para Sidney, na Austrália.

Em Brisbane, no país oceânico, a seleção chinesa foi obrigada a ficar de quarentena e teve que realizar alguns de seus treinamentos nos corredores do hotel em que estava hospedada.

Vale lembrar que este é apenas mais um dos eventos esportivos vítimas do coronavírus. Além do Pré-Olímpico de futebol feminino, os de basquete feminino e o de boxe também sofreram alterações com a epidemia. O GP de Fórmula 1 de Xangai foi adiado, bem como o Campeonato Mundial de Atletismo Indoor, previsto para acontecer em Nanjing, em março (acontecerá, agora, em 2021).

Segundo última atualização de dados, até a noite deste domingo (16), 1.700 pessoas morreram e mais de 70 mil pessoas já foram infectadas pelo Covid-19 somente na China.

Foto: Reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário