Coronavírus cancela participação de amadores na Maratona de Tóquio - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Coronavírus cancela participação de amadores na Maratona de Tóquio

Compartilhe

A organização da Maratona de Tóquio decidiu, na madrugada da segunda-feira (17), vetar a participação de amadores na corrida que será realizada em 1º de março, a fim de evitar aglomeração de pessoas e possíveis transmissões do coronavírus. Atletas de elite estão mantidos na competição.

De acordo com uma nota oficial, os organizadores não poderiam continuar a projetar o evento dentro da escala inicialmente prevista por questões de segurança. "Lamentamos informar que a Maratona de Tóquio 2020 será realizada apenas para maratonistas de elite e de cadeiras de rodas", diz um dos trechos.

Cerca de 38 mil atletas foram afetados pela decisão. Segundo o comunicado emitido pela organização, todos os inscritos para a corrida deste ano poderão adiar sua participação para 2021, mas terão que pagar uma nova taxa de inscrição, uma vez que não há reembolsos pelo valor deste ano.

Além da corrida amadora, os eventos paralelos à maratona foram cancelados, como feiras e corridas de curta distância que tinham previsão para ocorrer nos dias 27, 28 e 29 de fevereiro.

Vale lembrar que a Maratona de Tóquio não foi a primeira corrida de rua cancelada por conta do Covid-19. Prevista para acontecer em 09 de fevereiro, a Maratona Hong Kong foi cancelada nos primeiros estágios da epidemia.

O Japão é o segundo país com mais casos de vítimas pelo coronavírus, atrás somente da China. Na última segunda-feira, também foram canceladas as comemorações do aniversário do imperador japonês Naruhito como forma de precaução.

Na China, onde mais de 1.800 pessoas já morreram, diversos eventos esportivos tiveram que ser reprogramados. Entre eles, destacam-se o GP de Shangai de Fórmula 1 e o Campeonato Mundial Indoor de Atletismo, ambos adiados.

A qualificação olímpica de diversos esportes também sofreu com os surtos do Covid-19. Muitos pré-olímpicos ocorreriam na China ou na Ásia, mas tiveram que ser modificados. O coronavírus já entrou na pauta da organização de Tóquio-2020, mas a preocupação sobre um possível cancelamento ainda é baixa, uma vez que o Japão está tomando todas as medidas possíveis para controlar a epidemia.

Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário