ATP divulga lista de duplas para o Rio Open de Tênis - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

ATP divulga lista de duplas para o Rio Open de Tênis

Compartilhe

A lista das duplas que disputarão o Rio Open apresentado pela Claro foi divulgada pela ATP nesta segunda-feira. Marcelo Melo e Bruno Soares, dois dos maiores nomes da história do tênis brasileiro, estarão na sétima edição do maior torneio de tênis da América do Sul, que acontece de 15 a 23 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro. Ao lado dos seus parceiros de circuito, o polonês Lukasz Kubot e o croata Mate Pavic, Melo e Soares, campeões de sete Grand Slams no total, lideram o line-up do torneio carioca, que também conta com o espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos, além do brasileiro Marcelo Demoliner.

Ex-número 1 do mundo e recordista brasileiro em títulos conquistados nas duplas masculinas, com 33, Marcelo Melo retornará ao Rio de Janeiro ao lado do seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot. Donos de 13 títulos, com destaque à conquista de Wimbledon em 2017, Melo e Kubot disputarão o Rio Open pela terceira vez em busca de superar o seu melhor resultado, quartas de final, e faturar o primeiro título do Brasil no torneio carioca. Além de Wimbledon, Marcelo também é campeão de Roland Garros, título conquistado em 2015 com o croata Ivan Dodig. Kubot, por sua vez, levantou o troféu do Australian Open em 2014 com o sueco Robert Lindstedt. 

Bruno Soares, líder em conquistas de Grand Slam nas duplas, com dois nas masculinas e três nas mistas, estará ao lado do croata Mate Pavic. Em parceria iniciada na última temporada de grama, Soares e Pavic já faturaram um título, no Masters 1000 de Xangai, e um vice-campeonato, no ATP 250 de Estocolmo. O croata, que disputará um torneio no Brasil pela primeira vez, é mais um campeão de Grand Slam a encabeçar a lista de duplas do Rio Open, tendo conquistado o título no Australian Open, em 2018, com o austríaco Oliver Marach. Bruno, que disputou todas as seis edições do Rio Open, foi semifinalista em cinco oportunidades e brigará mais uma vez pelo título no Rio de Janeiro.

Quem também disputará a competição é Marcelo Demoliner, que virá ao Rio de Janeiro com o seu parceiro de circuito, o holandês Matwe Middelkoop. A dupla, que iniciou a parceria no fim da temporada de 2019, já colheu frutos com a conquista do título no ATP 250 de Moscou, além de uma final no ATP 250 de Zhuhai, na China. Demoliner participou de todas as edições do torneio carioca, tendo como seu melhor resultado a semifinal em 2016, com o compatriota Thomaz Bellucci.

A chave também contará com a dupla do argentino Horacio Zeballos, número 3 do mundo, e o espanhol Marcel Granollers, os atuais vice-campeões do US Open; o argentino Maximo Gonzalez, atual campeão do Rio Open, e o francês Fabrice Martin, que já conquistaram um título neste ano no ATP 250 de Adelaide; e os belgas Sander Gille e Joran Vliegen, quadrifinalistas de Roland Garros. 

Mais seis duplas se juntarão aos 10 times já anunciados. Três vagas serão para inscrições on-site, outras duas por convites da organização e a última por meio do qualifying.

"Temos os melhores duplistas do país e é um privilégio para o Rio Open ter os principais expoentes do tênis nacional que são campeões de Grand Slam disputando mais uma vez o torneio. É muito legal que todos eles estarão com seus parceiros de circuito, é o Brasil com mais chances e força total na disputa pelo primeiro título do país no Rio Open," disse Luiz Carvalho, Diretor do Torneio.

Veja a lista das duplas que disputarão o Rio Open:
1. Lukasz Kubot/Marcelo Melo (POL/BRA)
2. Marcel Granollers/Horacio Zeballos (ESP/ARG)
3. Mate Pavic/Bruno Soares (CRO/BRA)
4. Maximo Gonzalez/Fabrice Martin (ARG/FRA)
5. Sander Gille/Joran Vliegen (BEL/BEL)
6. Juan Ignacio Londero/Albert Ramos-Viñolas (ARG/ESP)
7. Andres Molteni/Lorenzo Sonego (ARG/ITA)
8. Marcelo Demoliner/Matwe Middelkoop (BRA/NED)
9. Roman Jebavy/Igor Zelenay (CZE/SVK)
10. Ariel Behar/Gonzalo Escobar (URU/ECU)

Foto: FOTOJUMP/João Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário