Brasil faz dobradinha inédita na ginástica com Caio Souza e Arthur Nory no individual geral no Pan de Lima


A ginástica do Brasil teve uma noite histórica em Lima. Após a medalha de bronze de Flávia Saraiva no individual geral feminino, o Brasil conseguiu a medalha de ouro e prata no individual geral masculino, um feito inédito do país em pan-americanos.

Caio Souza ficou com o ouro e se tornou o primeiro ginasta brasileiro a ser campeão pan-americano no individual geral com a marca de 83.500 nos seis aparelhos. Arthur Nory lutou até o último aparelho- que foram as argolas - mas ficou com a prata com 82.950. O canadense Cory Paterson foi a maior ameaça ao feito inédito do Brasil, mas no fim ficou com a medalha de bronze com 82.200.

O Brasil está com um aproveitamento excelente na ginástica, com 5 medalhas (dois ouros, uma prata e dois bronzes) em 4 eventos. Na terça (30) começam disputas individuais por aparelhos.

foto: COB
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top