Basquete dos Estados Unidos sofre onda de dispensas de jogadores para Copa do mundo da modalidade


Nem a presença de Gregg Poppovich, lendário treinador da NBA, no comando da seleção de basquete dos Estados Unidos, vem motivando os astros americanos do basquete. Desde o anúncio da pré-lista com 20 jogadores para a Copa do mundo de basquete masculino, no fim de agosto, oito nomes já pediram dispensa do período de treinamento que definirá o grupo de 12 jogadores para a competição

São eles: Os armador Damian Lillard; os ala-armadores CJ McCollum, James Harden, DeMar DeRozan, Eric Gordon e Bradley Beal; os alas Tobias Harris e Zion Williamson e o pivôs Anthony Davis e Kevin Love. E ainda há a possibilidade do armador Kyle Lowry também pedirem dispensa, totalizando 11 nomes, mais de 50% dos nomes inicialmente chamados.

Segundo a imprensa americana, Poppovich chamou o armador Marcus Smart e o pivô Thaddeus Young para completarem o grupo, pois até os reservas da pré-lista já pediram dispensa. Em entrevista, o presidente da USA Basketball Jerry Colangelo, disse não estar preocupado com o alto número de dispensas:

“Nós somos abençoados com muito, mas muito talento na NBA. Não há motivo para pânico. A montagem desse elenco será mais desafiadora, mas seremos capazes de ter um time bem competitivo. Há jogadores ligando para se colocarem à disposição. A nossa lista inicial é fluida e não estamos surpresos com tantas desistências”, relativizou Jerry Colangelo.

Apesar de não estar preocupado com as dispensas, a USA Basketball divulgou um grupo de jovens atletas que atuam na NBA e que ajudarão nos treinamentos e deverão ser chamados para o grupo principal em caso de mais dispensas.

Quem se mantém na lista de convocados até o momento são os seguintes atletas:

Armadores: Kyle Lowry (Toronto Raptors) Donovan Mitchell (Uath Jazz), Kemba Walker (Boston Celtics) e Marcus Smart (Chrlotte Hornets)
Alas: Harrison Barnes (Sacramento Kings), Kyle Kuzma (Los Angeles Lakers), Kris Middleton (Milwaukee Bucks), Jayson Tatum e Jaylen Brown (Boston Celtics), P.J. Tucker (Houston Rockets)
Pivôs: Andre Drummond (Detroit Pistons), Brook Lopez (Milwaukee Bucks), Paul Millsap (Denver Nuggets), Julius Randle (New York Knicks), Myles Turner (Indiana Pacers) e Thaddeus Young (Chicago Bulls)

foto: Getty Images

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top