Coluna Lance Livre: Mini Guia do NBB - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Coluna Lance Livre: Mini Guia do NBB

Compartilhe

E aqui estou eu para mais um mini guia, agora sobre o campeonato brasileiro de basquete, o NBB, que vai para a sua sétima edição. Com três títulos para Brasília e três para o Flamengo, será que algum time irá entrar nesse seleto grupo? Com dezesseis equipes nessa edição, pode-se dizer também que essa é uma temporada muito importante, afinal, começa a parceria com a NBA, que vai dar muitos frutos ao Brasil. E sem contar que graças a isso, o NBB pode enfim se livrar da final em jogo único, ela agora será em três partidas, o que garantirá muito mais emoção e justiça para definir o vencedor. E sem mais delongas, vamos a análise dos times:

Basquete Cearense - O time cearense vai para sua terceira temporada renovado. o clube perdeu seus dois ídolos, o ala pivô Felipe e o americano Devon, além de outros jogadores. Mas o clube soube se reforçar com bons nomes, como os pivôs Andrezão ex-bauru e Tiagão ex-palmeiras, Fernando Fischer Ex-bauru e Jefferson Soccas ex-franca, e o americano Rashaun ex-Espírito Santo. Representando a equipe do Lins no campeonato paulista, o time não fez feio e no NBB, é nome certo para os playoffs. E se Alberto Bial conseguir extrair o melhor de seus comandados, passar para as quartas-de final será possível.


Bauru - Se tem um time que pode peitar o Flamengo nesse NBB, esse time é o Bauru.  Alex Garcia, Rafael Hettsheimeir, Jefferson Willian e Robert Day foram contratados e deixaram o time que já era forte, uma máquina. Larry Taylor, Murilo e Gui Deodato agradecem, pois o time ficou completo, com um bom armador (Taylor), um marcador implacável(Alex), um cestinha letal (Day) e um garrafão de respeito (Hettsheimeir e Murilo) Se os comandados do Guerrinha não chegarem à final, será uma grande surpresa para mim


Brasília - O time do distrito federal vem um processo de reconstrução. Saíram Alex e Nezinho dois dos pilares do campeão Brasília, mas vieram Fúlvio na armação e Cipolini para ajudar no garrafão. Também vem o americano Darington Hobson, que teve uma obscura passagem na NBA, para ajudar à equipe Arthur e Giovanoni ficam e junto com Alírio e Ronald, espera-se que o Brasília fique ao menos entre os 4 primeiros, algo que não aconteceu no último NBB


Flamengo - O grande favorito desse NBB. O Flamengo já foi campeão de tudo e ainda foi para os Estados Unidos disputar alguns jogos da pré temporada da NBA. Isso deu uma cancha muito maior ao time, que manteve a base, com Marcelinho, Benite, Marquinhos, Olivinha, Meiynsse, Laprovittola, Gegê e ainda teve o acréscimo de Walter Herrmann, cracaço argentino, que deixa a equipe rubro-negra ainda mais favorita. Menos do que uma final será uma grande surpresa para o time comandado pelo ótimo José Neto.


Franca - A tradicionalíssima equipe de Franca vem renovada para esse NBB. Nomes importantes como Cauê Borges, Jhonatan, Paulão e Badsen saíram da equipe, mas o time do técnico Lula Ferreira se reforçou bem. do exterior vieram o ala armador Carlos Cobos e o ala argentino Marcos Mata. Helinho voltou ao time que o revelou, e o pivô Léo. O armador Figueiroa, o ala pivô Lucas Mariano e o ala Léo Meindl permaneceram e o time se manteve forte, e pode sim ficar entre as quatro melhores da competição.

Liga Sorocabana - Depois do sufoco de escapar do rebaixamento, a Liga Sorocabana espera conseguir fazer um bom campeonato esse ano. Cauê Borges e Jeff Agba vem para reforçar a equipe, que tem como sua aposta a dupla de americanos Tarvin Gaines e Worhell Clahar, sonhando em repetir o sucesso que Holloway e Dawkins fizeram no time. Bons nomes como Schneider e Diego Gomes permanecem e o objetivo é lutar por uma vaga nos playoffs. Que vai ser uma luta difícil.

Limeira - O Limeira fez um ótima participação na temporada passada e a expectativa continua alta.   Dedé foi promovido de assistente para técnico e comanda agora David Jackson, Matheus Dalla, Ronald Ramón e cia. E chegaram bons reforços como Nezinho ex Brasília, Rafael Mineiro ex- Pinheiros e o ala pivô Chris Hayes ex Flamengo e Franca. O time vem forte e vem para disputar uma vaga entre as 4 melhores equipes do campeonato.

Macaé - O time do norte do Rio de Janeiro se manteve no NBB e agora, espera chegar aos playoffs nessa temporada. O time perdeu deus argentinos e o ala armador Duda, mas para o seu lugar veio o gringo Dyrcius Edwards. para o garrafão, Fernando Mineiro e Ricardo de Bem, e o Ala Eddy. Mesmo sem um elenco tão forte, a esperança é que o décimo segundo lugar do NBB fiquem com a equipe do Macaé, embora isso pareça difícil,

Minas - A tradicional equipe mineira se reformula mais uma vez, para conseguir voltar a ser uma equipe mais efetiva na competição. Demétrius vem para comandar a equipe e com ele, vieram os pivôs Shilton e Adyb, o ala Alex Silva e o ala armador Robby Collum, principal contratação da temporada. O minas espera ir aos playoffs e passa da incômoda primeira-fase, uma tarefa difícil, mas não impossível para o time atual.

Mogi - A surpresa do campeonato passado, quer manter o desafio de ser chegar à mais uma semi-final. E embora tenha perdido muitos jogadores, contratou jogadores para brigar de igual para igual com as equipes grandes. Shamell ex-Pinheiros, Paulão ex-Franca, Tyrone ex-Palmeiras, Elinho ex-Minas vieram para deixar o time forte. Gustavinho e Felipin permancem e Paco Garcia espera surpreender de novo nesse NBB, pensando até em um final, se os favoritos Flamengo e Bauru vacilarem.

Palmeiras - Se no centenário palmeirense o futebol deixou a desejar, o basquete palmeirense promete lutar por boas posições no próximo NBB. Régis Marrelli assumiu o time palmeirense, e Max Stanic, Neto e Átila terão a ajuda dos reforços Jhonatan, Toyloy e Diego, que fizeram ótimos campeonatos por Franca, Pinheiros e Goiânia, respectivamente. Um elenco forte, que luta para ficar entre os oito melhores do campeonato.

Paulistano - O vice campeão do último NBB não quer bater na trave de novo. Gustavo di Conti, o talentosos técnico do Paulistano, manteve a base da última temporada, só vieram Fernando Penna do Goiânia e Devon do basquete cearense, para dar um passo além no campeonato. Com as outras equipes reforçadas, a luta no topo será mais intensa, mas o Paulistano tá na briga para chegar ao menos na semi-final.


Pinheiros - A tradicional equipe paulista trouxe para dirigir a equipe Marcel de Souza, que dividiu o protagonismo com Oscar no basquete brasileiro nos anos 80. Nesse novo projeto, Marcel terá a sua disposição Marcus Toledo, Jason Smith, Ted Simões e Jefferson Campos do Mogi, além de Felipe do basquete cearense e Kurts do Uberlândia. Joe Smith e morro são os remanescentes do time da temporada passada e candidatos a revelação dessa temporada são Humberto e Lucas Dias. Entre as oito melhores equipes, o Pinheiros fica, mais do que isso, com muito esforço é possível.

Rio Claro - Retomando suas atividades, a tradicional equipe do  Rio Claro espera fazer bonito nesse NBB. O técnico Chuí terá sua disposição além da base que venceu a Liga Ouro, boas contratações, como o espanhol Calvo, ex-São José, o ídolo Brandon Brown, que atuou pela equipe em 2012 e 2013., além do pivô Lucas Tishcer e o ala armador Duda Machado. Na primeira temporada, a expectativa é fazer um bom papel no campeonato e quem sabe, beliscar uma vaguinha nos playoffs.

São José - O São José, de equipe sempre cotada como favorita, nesse ano talvez sofra mais para ficar entre as 4 melhores do campeonato. O técnico Zanon permanece, Caio torres e Laws também, mas Fúlvio, Jefferson Willian e Manny Quezada estão fora. a equipe contratou Valtinho, experiente armador, Mineiro, Drudi,Jimmy Baxter e Renan Lenz. uma equipe renovada, que pode dar certo ou não. Ficar entre os oito é um objetivo possível

Uberlândia - Outra equipe que passou por uma reformulação. O Uberlândia, que chegou a ser vice campeão do NBB 5. Arturo Alvaréz assumiu a equipe, que perdeu seus dois principais jogadores: Robert Day e Cipolini. Caleb Brown e Taboada serão os gringos responsáveis pelo os pontos. Gruber é o remanescente no garrafão. Não é muito, mas o suficiente para chegar aos playoffs


Bem, vou ter que palpitar,né? Vou arriscar como terminará a primeira fase:
1- Flamengo 2- Bauru 3-Paulistano 4-Limeira 5- Brasília 6- Pinheiros 7- Franca 8- Mogi 9- Basquete Cearense 10- Palmeiras 11- São José 12- Uberlândia 13- Minas 14-Liga Sorocabana  15-Rio Claro  16- Macaé

Nenhum comentário:

Postar um comentário