Equipe brasileira de Judô embarca para a disputa do Aberto Pan-Americano de Miami - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Equipe brasileira de Judô embarca para a disputa do Aberto Pan-Americano de Miami

Compartilhe

O Brasil terá 18 atletas na disputa do Aberto Pan-Americano de Miami, que acontecerá nos dias 1º e dois de agosto. Estão convocados para a competição americana Allan Kuwabara (60kg), Eduardo Bettoni (90kg), Hugo Pessanha (100kg), Gabriela Chibana (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Raquel Silva (52kg) e Nádia Merli (70kg). Participam também Fernanda Araújo (63kg), Katherine Campos (63kg), Vinicius Sakamoto (66kg), Stanley Torres (73kg), Mauro Moura (73kg), Leonardo Luz (73kg), Dennis Barbosa (81kg), Ricardo Serrão (81kg), João Gabriel Schlittler (100kg) e Daniel Barboza (+100kg).

Como o nome deixa claro, o Aberto Pan-americano de Miami é uma competição que permite a inscrição de qualquer atleta e, por isso, alguns nomes menos conhecidos aproveitam a oportunidade para ganhar experiência internacional. A competição vale pontos para o ranking mundial. São 100 pontos para o campeão, 60 para o segundo, 40 para os terceiros e 20 para os quintos colocados. Eduardo Bettoni é um dos atletas de seleção convocados e tem um motivo especial para buscar uma medalha: o jovem completou 24 anos nesta segunda-feira, 28 de julho, e quer mais um presente.

“É uma motivação extra! Mas acredito que me preparei bem para esta competição. Será mais um degrau na minha caminhada para me firmar na seleção”, disse Bettoni, lembrando que ao final do ano haverá uma nova Seletiva para compor a equipe sênior do Brasil, a última deste ciclo olímpico. Os judocas que hoje fazem parte do grupo de 46 atletas com investimento direto da CBJ que estejam na zona de ranqueamento olímpico garantem, automaticamente, a permanência no grupo até o final do ciclo olímpico.

Raquel Silva, segunda melhor brasileira no ranking mundial da categoria meio leve, participou da competição no ano passado mas não chegou à disputa por medalhas. O objetivo é melhorar a campanha e subir mais algumas posições no ranking.

“Vou dar o meu melhor para conquistar o máximo de pontos possível. Quero estar sempre entre as melhores do mundo”, disse Raquel.


Foto: IJF

Nenhum comentário:

Postar um comentário