Catar pode perder a Copa do Mundo de 2022 se caso de suborno for confirmado


Nem acabou a Copa no Brasil e a Fifa já está de olho no mundial de 2022. Isso porque o Catar corre o risco de não sediar mais a competição após suspeitas de pagamento de propina para a escolha do país.

Conforme o jornal Folha de São Paulo, o presidente da entidade, Joseph Blatter, admitiu que pretende tirar a Copa do Catar assim que receber o resultado das investigações sobre o caso. Ele já teria recebido uma sinalização do promotor americano Michael Garcia, que chefia o Comitê de Ética da Fifa, que confirma que houve suborno durante o processo de escolha da sede.

A perda da sede só será confirmada depois que Blatter analisar os documentos da apuração e discutir o fato com o Comitê Executivo.

O caso se agravou no começo de junho, quando o jornal inglês The Sunday Times publicou matéria dizendo que dirigentes do Catar teriam subornado membros do Comitê Executivo da Fifa para a escolha do país na eleição realizada em dezembro de 2010. Documentos comprovariam que cartolas do Catar teriam pago pelo menos US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 11,2 milhões) para comprar votos para que o país fosse escolhido como sede do Mundial.


Foto: Divulgação
Fonte: Zero Hora

Postar um comentário

To Top