Entrevista: Sarah Nikitin






A entrevistada do Surto foi uma grata surpresa que despontou em 2013. Sarah Nikitin ficou nas quartas de final no mundial de Tiro com Arco,o popular Arco e Flecha,um grande feito para Brasil sem tradição no esporte. E nós batemos papo com a arqueira, que espera fazer um papel em 2016. Confira:

- Como você conheceu o Tiro com Arco e quando você viu que podia ir mais longe com o esporte?

Conheci o esporte em 2003 através de uma reportagem em uma revista. Tinha o endereço da escola, então eu fui até lá pra conhecer e amei. Acho que o momento em que eu percebi que eu podia e que eu queria ir muito mais longe foi quando eu estava fazendo as seletivas para participar do meu primeiro Pan, em 2007. Além do Pan eu participei também do Mundial e disputei vaga para as Olimpíadas de Beijing. Vi que era o que eu queria pra vida.

- Como é sua rotina de treinamentos?

Treino de segunda à sexta em dois períodos e só de manhã no sábado. Também tem o treino na academia 3 vezes por semana.

- O Tiro com Arco é um esporte desconhecido da grande maioria dos brasileiros. O que você acha que pode ser feito para o esporte ser mais popular no Brasil?

Acredito que a divulgação na mídia seja muito importante para que as pessoas conheçam o esporte. Além disso é preciso criar mais escolas, projetos para que mais pessoas tenham acesso a prática.

- Você chegou às quartas-de final no mundial adulto em 2013. Gostaria que você falasse como foi a competição e a conquista de estar entre as 8 melhores.

O Mundial era a última competição da temporada pra mim. Eu queria fazer dela a melhor, pois não fiquei muito satisfeita com os meus outros resultados na temporada. Apesar disso, eu não esperava um resultado tão alto naquele momento. O meu foco não foi o resultado final, eu queria fazer uma boa performance, desfrutar cada momento da competição, e isso deu certo.

Fiquei muito feliz com a minha atuação, disputei com grandes arqueiras nas eliminatórias, foi uma experiência muito importante pra mim.




- O que esse resultado te trouxe até agora?

O resultado trouxe algum reconhecimento na mídia, algumas pessoas entraram em contato querendo saber sobre o esporte. Também fui escolhida como a melhor atleta da modalidade no Prêmio Brasil Olímpico pela primeira vez na minha carreira.

- Quais serão as principais competições que você disputará neste ciclo olímpico?

As principais competições são as etapas da Copa do Mundo, que acontecem todos os anos, o Mundial e o Pan em 2015, os Jogos Sul americanos e o Campeonato Pan americano de Tiro com Arco no ano que vem.

- Quais são suas expectativas para os jogos de 2016, no Rio?

Minha expectativa é ganhar!(risos)  Até 2016 quero estar entre as melhores. Quero estar lá pra disputar as finais, e não apenas participar.

- Pra encerrar,deixe um recado para os leitores do Surto Olímpico

Bom, deixo aos leitores um convite para conhecerem o tiro com arco, é um esporte que pode ser praticado em qualquer idade e qualquer tipo físico. Pode parecer chato pra quem vê de fora, mas quem pratica acaba se apaixonando. A cada flecha temos a oportunidade de fazer melhor do que antes.
Também deixo os meu agradecimentos pela entrevista e aos leitores.


0 Comentários