Coluna do Vôlei - Uma voltinha pelo Vôlei de Praia brasileiro





É raro eu dar destaque ao vôlei de praia em minhas colunas do vôlei. Porém, hoje tirei a modalidade daquele espaço de "Curtinhas" que quase sempre rola nas colunas para falar dos acontecimentos que tem início após a publicação da coluna anterior até a nova coluna.

Pois indo direto ao assunto, falarei um pouco sobre o Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, o torneio nacional que rola nos meses de fim de primavera até início de outono brasileiro. O que tá acontecendo por lá e tudo mais, a partir do próximo parágrafo.

Na disputa feminina, a liderança ainda é de Juliana/Larissa, apesar da separação das duas, afinal, a temporada ainda não terminou. Logo ali, no 5° lugar, outra dupla recém separada: Talita e Maria Elisa. Juliana e Maria Elisa "estrearam" juntas no final de semana retrasado, e começaram muito bem, levando o título da 7ª etapa (Fortaleza/CE). E logo de cara, venceram sua etapa de estreia e somaram 400 pontos, chegando ao 21° lugar. Das duplas ativas no Top-5, em melhor situação estão Lili e Rebecca, que estão em 2° lugar, e na última etapa chegaram em 3° lugar, somando 160 pontos. Outra dupla que vai fazendo boa exibição são Barbara Seixas e Ágatha, 3° lugar geral e 4ª na última etapa. E, fechando essa "mini-lista", Ângela e Neide, 4ª colocadas geral que ficaram com o vice-campeonato em Fortaleza.

Essas três duplas são boas, e uma destas pode ser a 2ª dupla brasileira na Olimpíada do Rio, caso os prognósticos de hoje se mantenham. Além das três, a dupla recém formada entre Talita e Taiana pode entrar no hall de postulantes. As duas caíram nas quartas de final, para deixar claro o resultado delas em Fortaleza. E estão numa humilde 26ª colocação após uma etapa.


Entre os homens, aonde não houveram grandes mudanças entre as principais duplas, a liderança é de Pedro Solberg e Bruno Schmidt - que também venceram a última etapa da competição. Pedro Cunha e Ricardo ocupam a 2ª colocação e terminaram em 4° em Fortaleza. De surpresas, há duas: Bruno e Hevaldo, 3° colocados na geral e Vítor Felipe e Evandro, os 4° colocados. Ambas as duplas não foram bem em Fortaleza, mas o somatório de desempenho deles nas etapas os colocaram bem acima do resto. Quietos, no 5° lugar, estão Alison e Emanuel, que vão fazendo apenas um mediano circuito masculino. Talvez, estejam usando o CBBVP apenas como trampolim para o Circuito Mundial e o Campeonato Mundial, no meio do ano.

A próxima etapa do torneio será no dia 21/02, em João Pessoa (PB).

CURTINHA


Yuri Marichev é o novo treinador da seleção feminina de vôlei da Rússia. Ele assume o cargo no lugar de Sergey Ovchinnikov, que cometeu suicídio após o desastre russo nas quartas de final da Olimpíada de Londres, frente ao Brasil. Marichev já havia treinado a seleção masculina júnior da Rússia, ganhando o título mundial com eles. Atualmente, ele vinha treinando o Dínamo Krasnodar.

Postar um comentário

To Top