Troféu José Finkel - 22/08

Thiago Pereira não para. Nas finais e semifinais do terceiro dia de provas do Campeonato Brasileiro de Inverno – Troféu José Finkel, na noite desta quarta-feira, 22/08, na piscina do Sesi Vila Leopoldina, ele quebrou o recorde sul-americano dos 100m medley e conseguiu mais um índice para o Mundial em Piscina Curta de Istambul, na Turquia, em dezembro deste ano. Aliás, o time para o Istambul cresceu em três atletas nesta quarta – já são oito – e surgiu a primeira nadadora da equipe: a pernambucana Etiene Medeiros, do Flamengo.

Thiago Pereira, do Corinthians, nadou as semifinais dos 100m medley em 52s25, bateu o próprio recorde sul-americano de 2010 (52s35) e fez melhor que o índice da prova (52s70). No primeiro dia de provas ele conquistara lugar na seleção brasileira e superara o recorde de campeonato dos 400m medley.

Nas semifinais dos 50m costas, Etiene fez 26s99 e botou abaixo os 27s13 do índice e os 27s12 do próprio recorde de campeonato feito em 2010. A marca também se aproxima do recorde sul-americano de Fabíola Molina (26s61), estabelecida em etapa da Copa do Mundo, em Moscou, em 2009.

Nos 50m costas masculino, Daniel Orzechowski fizera o tempo para o Mundial nas eliminatórias (23s69), nas semifinais baixou mais um pouco (26s67). Guilherme Guido também já garantiu seu índice para Istambul nas eliminatórias (23s31) e na semifinal passou forte nos 25 metros e segurou um pouco no final, chegando em 23s93.

Mais uma vez os “Felipes” representarão o país numa grande competição. Felipe França, do Pinheiros, venceu os 100m peito com 58s17 e passou a marca 58s37, índice para o Mundial de Istambul. Felipe França, do Minas Tênis, fez 58s26 e ficou apenas a nove centésimos do tempo do “xará”.

Os dois estiveram nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e Felipe França foi vice-campeão dos 50m peito no Mundial dos Esportes Aquáticos de Roma 2009 e campeão na mesma prova do Mundial em Piscina Curta de Dubai 2010.

A campeã sul-americana absoluta dos 200m peito, a argentina Julia Sebastian, da Unisanta, venceu os 100m do estilo (1m08s24). Ana Carla Carvalho (1m09s00) e Tatiane Sakemi (1m09s01), ambas do Pinheiros, ficaram na prata e no bronze.

Kaio Márcio Almeida (50s74), do Fluminense, venceu os 100m borboleta como o prometido na semifinal, quando marcou 50s50 batendo o recorde de campeonato e superando o índice (50s98) para o Mundial da Turquia.  Gabriel Mangabeira, do Pinheiros, e Henrique Martins (51s90) ficaram no degrau de prata e bronze.

A australiana Marieke Guehrer (57s34), do Flamengo, venceu os 100m borboleta com recorde de campeonato. Completaram o pódio a holandesa Inge Dekker, do Minas Tênis (57s39) e Daynara de Paula (58s17), também do Flamengo. No pódio nacional, ou seja, sem as atletas estrangeiras, a segunda e a terceira melhor atleta da prova foram Daiene Dias (58s17), do Botafogo, e Fabíola Molina (59s13), do Minas Tênis.

Os 400m livre masculino teve uma disputa emocionante que deu o ouro a Giuliano Rocco, do Minas Tênis, de 19 anos, por 3m47s22, num final de prova excelente que deixou para trás André Schultz (4m47s50), do Flamengo, e Lucas Kanieski (3m47s60), também do Minas, os dois atletas que passaram o percurso todo se revezando na ponta. Este foi o primeiro título absoluto de Giuliano, que foi o melhor nadador do Campeonato Sul-Americano Juvenil de 2011 e já é apontado como uma das promessas para os Jogos Rio 2016.

Nos 400m livre feminino a holandesa Frederike Heemskerk, do Minas Tênis, venceu mais uma. Ela fez 4m07s81 e bateu o recorde de campeonato que era da chilena Kristel Kobrich (4m08s06). Manuela Lyrio, também do Minas, veio sem seguida (4m08s94) e Poliana Okimoto foi a terceira melhor (4m12s00).

Ateltas com índices para o Mundial em Piscina Curta de Istambul
Cesar Cielo Filho – 50m livre
Thiago Pereira – 100m medley, 400m medley
Kaio Márcio Almeida – 100m borboleta
Guilherme Guido – 50m costas
Daniel Ozerchowski – 50m costas
Felipe França Silva – 100m peito
Felipe Lima – 100m peito
Etiene Medeiros – 50m costas

Fonte: CBDA


0 Comentários