Continental Cup de Vôlei de Praia - as decisões do final de semana


Por Felipe Andrade (@andrade_001)

Com uma equipe "reserva", o Brasil conquistou o título da Continental Cup da América do Sul masculina (torneio de vôlei de praia ao estilo Copa Davis, que serve como qualificatório para as Olimpíadas) em cima da Venezuela, por 3 a 1. As duplas que representaram o Brasil foram Beto Pitta/Lipe e Evandro/Guto. Como o Brasil já tinha vaga garantida bem antes do torneio por conta do ranking mundial, com duas duplas, a Venezuela acabou herdando a vaga para as Olimpíadas, mas ainda irá definir sua dupla.


As mulheres brasileiras também conquistaram o título da Continental Cup em sua categoria, dessa vez em cima das hermanas argentinas por 3 a 0. As nossas representantes foram Taiana/Vivian e Ângela/Lili. Por conta do Brasil já ter sua vaga nas Olimpíadas com duas representantes, a Argentina herdou a vaga e convocou a dupla Ana Gallay/Virgínia Zonta para os Jogos.

Na Ásia/Oceania, quem se deu melhor entre as mulheres foi a Austrália, que derrotou a China por 3 a 0. As convocadas são Natalie Cook (veteraníssima atleta, medalhista de ouro em 2000 e que participou de todas as competições de vôlei de praia) e Tamsin Hinchley. A Austrália levará outra dupla feminina, mas que havia sido qualificada por meio de ranking, que são Becchara Palmer/Louise Bawden. Entre os homens, o Japão conseguiu o título de forma sofrida, após derrotar a Austrália por 3 a 2. Os japoneses ainda escolherão sua dupla representante. Os favoritos são Kentaro Asahi e Katsuhiro Shiratori.


Pela zona da América do Norte, as duplas masculina e feminina do Canadá foram as vencedoras. Os derrotados foram o México, por 3 a 1 e 3 a 0, respectivamente por sexo. As duplas canadenses serão escolhidas por meio de qualificatório, que será realizado dia 7 de julho, em Toronto.

Fechando, a zona da Europa teve as seguintes definições: a Noruega, que derrotou a Holanda no masculino por 3 a 2, com as duplas Iver Horrem/Geir Eithun e Tarjei Skarlund/Martin Spinnangr. No feminino, a Rússia também derrotou a Holanda, pelo mesmo placar de 3 a 2. Evgenia Ukolova/Ekaterina Khomyakova e Anastasia Vasina/Anna Vozakova foram as duplas vencedoras.

Mas nem tudo está perdido para as seleções derrotadas. Afinal, 12 países se degladiarão a partir do dia 28 por 2 vaguinhas restantes para os Jogos Olímpicos, as partidas serão realizadas em Moscou (RUS).

A lista masculina vem com: Angola, Austrália, Áustria, Chile, China, Cuba, México, Holanda, Nigéria, Polônia, Rússia e Uruguai. E a lista feminina tem: Cazaquistão, China, Holanda, Itália, México, Moçambique, Porto Rico, Quênia, Rússia, Suíça, Uruguai e Venezuela.

O Surto Olímpico estará atento aos detalhes da competição, fique ligado nos nossos posts!

Postar um comentário

To Top