No Japão para a disputa da Copa do Mundo de Vôlei feminino, oposta Lorenne vive ano especial na carreira


Aos 23 anos, a oposta Lorenne vive um ano especial na carreira. A jovem atacante foi convocada pela primeira vez pelo treinador José Roberto Guimarães para a seleção adulta nessa temporada. Logo no seu ano de estreia, a atleta já deixou a sua marca e foi eleita a melhor jogadora do Pré-Olímpico e do Sul-Americano. Natural de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, Lorenne é uma das armas do Brasil para a disputa da Copa do Mundo. O time verde e amarelo estreará na competição na madrugada do próximo sábado (14.09), às 5h (horário de Brasília), contra Sérvia.

A oposta comentou sobre o momento da carreira e ressaltou a oportunidade de treinar ao lado de nomes como Gabi e Sheilla.

“Esse tem sido um ano diferente. Desde as categorias de base eu sonhava chegar na seleção adulta. Lembro que quando eu era infanto e juvenil, a minha alegria era catar bola no treino da seleção principal. Hoje tenho a oportunidade de treinar ao lado da Sheilla, de quem sou muito fã, e tenho aprendido bastante com ela. A Gabi treina comigo desde muito nova e sempre foi uma referência de pessoa e atleta. Estou muito feliz de estar aqui”, afirmou Lorenne.

A jogadora lembrou de um momento chave na temporada. A atacante quase não participou da fase final da Liga das Nações, mas um chamado do treinador José Roberto Guimarães mudou a história.

“Até hoje não caiu a minha ficha. Eu tinha sido cortada da fase final da Liga das Nações, mas a Tandara se machucou e acabei indo participar das finais. Eu estava na cadeira do dentista para tirar o siso quando o Zé me ligou e falou sobre as finais. Naquele momento vi que era uma grande oportunidade. Acredito que fui crescendo aos poucos e o grupo foi fundamental. Tanto as jogadoras como a comissão técnica me ajudaram muito”, disse Lorenne, que falou ainda com carinho da classificação do Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio no Pré-Olímpico, em Uberlândia (MG).

“Fiquei muito feliz de jogar o Pré-Olímpico e de termos conquistado a vaga para os Jogos Olímpicos em casa. Procurei não pensar muito no significado da competição e deixei acontecer. Acredito que tudo é preparação e estava muito bem preparada. Foi incrível ver aquele ginásio lotado nos apoiando em todos os momentos”, relembrou Lorenne.

Sobre a participação na Copa do Mundo, Lorenne mostra confiança em um bom desempenho do Brasil.

“Essa é minha primeira Copa do Mundo. É um sonho estar no Japão com a seleção adulta. Procuro aprender bastante dentro e fora de quadra. A expectativa para essa competição é muito grande e acredito que podemos fazer excelentes jogos”, apostou Lorenne, que ainda falou do seu futuro no voleibol.

“Meu maior sonho é ser campeã olímpica e estou treinando bastante com o objetivo de participar dos Jogos Olímpicos do próximo ano”, afirmou Lorenne.

Foto: CBD/Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes