Masters de Judô de Guangzhou - Dia 01: Judocas brasileiros passam perto do pódio

Na madrugada deste sábado, aconteceu o primeiro dia do World Judô Masters 2018, última parada do Judô na temporada, que reúne apenas os melhores judocas da temporada e distribui alta pontuação. Campeões olímpicos e mundiais batalharam em Guangzhou, na China. 

DESEMPENHO DO BRASIL 

O Brasil foi representado por cinco judocas, dos quais três chegaram às disputas por medalhas, mas terminaram na quinta posição. 

Eric Takabatake (60kg) e Phelipe Pelim (60kg) foram os primeiros a subirem no tatame. Pelim foi derrotado logo na luta inicial pelo russo Islam Yashuev, 10º do mundo, sendo eliminado nas oitavas de final. 

Eric teve melhor desempenho, mas foi derrotado nas quartas de final pelo russo Robert Mshvidobadze, quarto do mundo, e na repescagem sofreu revés para Amartuvshin Dashdavaa (6º), da Mongólia. 

Na categoria feminina (52kg), Jéssica Pereira seria a representante do país. Porém, a brasileira não bateu o peso e, assim, não pode competir. 

Logo na primeira luta, Rafaela enfrentou a alemã Theresa Stoll, numa reedição da final do Grand Prix de Budapeste deste ano, em que Rafaela Silva saiu vitoriosa. E, mais uma vez, Rafaela venceu a Stroll, seguindo para às quartas de final. Nas quartas, Rafaela Silva (57Kg) perdeu para a britância Nekoda Smythe-Davis, atual vice-campeã mundial, indo para a repescagem. 

Na repescagem, a brasileira, 11ª posição no ranking mundial, superou a chinesa Tongjuan Lu, mas na disputa pelo bronze foi barrada por Jessica Klimkait (CAN), que se tornou uma grande rival para a brasileira neste ano, a vencendo na primeira rodada do Mundial de Baku, disputado em setembro. 

Rafaela Silva confessou nas suas redes sociais que, nas últimas semanas, teve caxumba e passou dez dias de repouso. Sua participação no Masters foi, inclusive, posta em dúvida. 

Daniel Cargnin (66kg) teve um bom desempenho na China. O judoca, nº 12 do ranking mundial, venceu o israelense Tal Flicker, 3º do mundo, logo na estreia. Em seguida, não deu chances a Altansukh Dovdon (MGL), sendo o único brasileiro a chegar às semifinais no dia. Contudo, o também israelense Baruch Shmailov, quinto do mundo, venceu Cargnin. 

O brasileiro ainda tentou conquistar a medalha de bronze, porém sofreu um novo revés, agora para Vazha Margvelashvili, da Geórgia, vice-líder do ranking. Charles Chibana foi outro brasileiro que disputou nesta categoria, porém perdeu logo nas oitavas de final. 

Na madrugada de domingo, último dia de competições em Guangzhou, o Brasil terá mais seis judocas em ação: Maria Portela (70kg) estreará contra Elvismar Rodriguez, da Venezuela; Beatriz Souza (+78kg) lutará contra a ucraniana Galyna Tarasova, e Maria Suelen Altheman (+78kg) enfrentará Kayra Sayit, da Turquia. Entre os homens, Eduardo Yudy (81kg) pegará o holandês Frank De Wit na primeira luta. Os pesados David Moura e Rafael Silva "Baby" lutarão com os holandeses Roy Meyer e Henk Grohl, respectivamente. 

RESULTADOS DO PRIMEIRO DIA 

Ao final do primeiro dia de combates - para surpresa de 0 pessoas - o Japão terminou no primeiro lugar, com três medalhas de ouro. Joshiro Maruyama (66kg), Natsumi Tsunoda (52kg) e Tsukasa Yoshida (57kg) subiram ao lugar mais alto do pódio. Kosovo, Rússia, França e Azerbaijão também venceram em Guangzhou. 

CATEGORIA FEMININA 

(48 kg) 
A medalhista de bronze do Grand Prix de Haia, Distria Krasniqi (KOS), venceu o título do Masters, após derrotar, na final, a medalhista de bronze olímpico e ex-campeã mundial Ami Kondo (JPN). A luta foi encerrada em apenas 15 segundos, após Krasniqi contra-atacar sua oponente com um osoto-otoshi, conseguindo um belo ippon. Marusa Stangar (SLO) e Irina Dolgova (RUS) reivindicaram as medalhas de bronze. 

1. KRASNIQI, Distria (KOS) 
2. KONDO, Ami (JPN) 
3. STANGAR, Marusa (SLO) 
3. DOLGOVA, Irina (RUS) 2 kg) 
5. NIKOLIC, Milica (SRB) 
5. MUNKHBAT, Urantsetseg (MGL) 
7. FIGUEROA, Julia (ESP) 
7. RISHONY, Shira (ISR) 

(52 KG) 
A vencedora do Grand Slam de Osaka (JPN), Natsumi Tsunoda (JPN) derrotou a medalhista de bronze Amandine Buchard (FRA) para ganhar o título na categoria -52kg. Tsunoda, que no ranking nacional está atrás da judoca Uta Abe e da medalhista mundial de prata Ai Shishime, aplicou um sumi-gaeshi na francesa. Buchard já havia sido medalhista de prata no Masters de 2017. Natalia Kuziutina (RUS) e Charline Ban Snick (BEL) também subiram ao pódio, ganhando a medalha de bronze. 

1. TSUNODA, Natsumi (JPN) 
2. BUCHARD, Amandine (FRA) 
3. KUZIUTINA, Natalia (RUS) 
3. VAN SNICK, Charline (BEL) 
5. COHEN, Gili (ISR) 
5. TSCHOPP, Evelyne (SUI) 
7 PEREZ BOX, Ana (ESP) 
7. PRIMO, Gefen (ISR) 

(57 KG) 
Campeã mundial, Tsukasa Yoshida (JPN) venceu o World Judo Masters, coroando a grande temporada de 2018. Seis vezes vencedora de Grand Slams, Yoshida - que levou a prata há um ano na Rússia - derrotou Nora Gjakova, campeã do Grand Slam de Abu Dhabi este ano. Yoshida ampliou sua vantagem na disputa particular contra Gjakova para 3x0, após aplicar um uchi-mata. A canadense Jessica Klimkait (CAN) também subiu ao pódio, confirmando seu lugar de destaque na categoria, com grandes vitórias neste ano, a última no Grand Slam de Osaka. Momo Tamaoki (JPN) foi a segunda medalhista de bronze do dia. 

1. YOSHIDA, Tsukasa (JPN) 
2. GJAKOVA, NORA (KOS) 
3. KLIMKAIT, Jéssica (CAN) 
3. TAMAOKI, Momo (JPN) 
5. SILVA, Rafaela (BRA) 
5. SMYTHE-DAVIS, Nekoda (GBR) 
7. LU, Tongjuan (CHN) 
7. DORJSUREN, Sumiya (MGL) 

(63 KG) 
A campeã mundial Clarisse Agbegnenou (FRA) derrotou a medalhista de prata do Grand Slam de Osaka, Nami Nabekura (JPN), para conquistar seu primeiro título no Marters. Nabekura conseguiu levar a disputa para o Golden score, porém, após falhar com seu golpe sumi-gaeshi, Agbegnenou aplicou uma imobilização por 20 segundos e conseguiu um belo ippon. Tina Trstenjak (SLO) e Miku Tashiro (JPN) ficaram com as medalhas de bronze. 

1. AGBEGNENOU, Clarisse (FRA) 
2. NABEKURA, Nami (JPN) 
3. TRSTENJAK, Tina (SLO) 
3. TASHIRO, Miku (JPN) 
5. FRANSSEN, JUL (NED) 
5. TRAJDOS, Martyna (GER) 
7. BALDORJ, Mungunchimeg (MGL) 
7. LESKI, Andreja (SLO) 

CATEGORIA MASCULINA 

(60 KG) 
O medalhista de prata no mundial no mundial da Rússia 2017, Robert Mshvidobadze (RUS) ganhou o ouro no Masters com uma vitória convincente sobre o vencedor do Grand Slam de Abu Dhabi/2018, Amiran Papinashvili (GEO). O número três do mundo, Papinashvili, que conquistou o bronze no Masters de 2013, perdeu para o russo, número 4 do ranking, após um golpe ashi-waza (golpe de perna). Amartuvshin Dashdavaa (MGL) e Yeldos Smetov (MGL) também subiram ao pódio, ambos para receber a medalha de bronze. 

1. MSHVIDOBADZE, Robert (RUS) 
2. PAPINASHVILI, Amiran (GEO) 
3. SMETOV, Yeldos (KAZ) 
3. DASHDAVAA, Amartuvshin (MGL) 
5. YASHUEV, Islão (RUS) 
5. TAKABATAKE, Eric (BRA) 
7. OGUZOV, Albert (RUS) 
7. LUTFILLAEV, Sharafuddin (UZB) 

(66 KG) 
O vencedor do Grand Slam de Osaka, Joshiro Maruyama (JPN) ganhou o maior prêmio de sua carreira, deixando a ver navios o medalhista de prata do Grand Prix de Haia, Baruch Shmailov (ISR) na final. O número cinco do mundo, Shmailov, que conquistou o bronze há um ano, foi ofuscado pelo estreante do Masters, Maruyama, que chegou à final após derrotar o bicampeão mundial Hifumi Aber (JPN). O judoca aplicou um waza-ari com sua marca registrada: uchi-mata. Logo depois, realizou um sode-tsurikomi-goshi para terminar o confronto. Na terceira posição ficaram Vazha Margvelashvili (GEO) e Altansukh Dovdon (MGL). 

1. MARUYAMA, Joshiro (JPN) 
2. SHMAILOV, Baruch (ISR) 
3. MARGVELASHVILI, Vazha (GEO) 
3. DOVDON, Altansukh (MGL) 
5. CARGNIN, Daniel (BRA) 
5. ZHUMAKANOV, YELDOS (KAZ) 
7. GANBOLD, Kherlen (MGL) 
7. GOMBOC, Adrian (SLO) 

(73 KG) 
O medalhista de prata olímpico, Rustam Orujov (AZE), venceu seu primeiro título de IJF World Judô Tour desde setembro de 2017. Orujov derrotou o medalhista de prata do Grand Slam de Tóquio, Arthur Margelidon (CAN) na final, por um waza-ari. Os judocas Changrim An (KOR) e Lasha Shavdatuashvili (GEO) ficaram com as medalhas de bronze. 

1. ORUJOV, Rustam (AZE) 
2. MARGELIDON, Arthur (CAN) 
3. AN, Changrim (KOR) 
3. SHAVDATUASHVILI, Lasha (GEO) 
5. MACIAS, Tommy (SWE) 
5. GANBAATAR, Odbayar (MGL) 
7. HASHIMOTO, Soichi (JPN) 
7. GJAKOVA, Akil (KOS) 

Amanhã, o último dia de competições na China terá mais sete categorias em disputas, 3 femininas (70kg, 78kg e +78kg) e 4 masculinas (81kg, 90kg, 100 kg e +100kg).

Foto: IJF


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes