Últimas Notícias

Ex-presidente do comitê de Tóquio-2020 defende a realização dos Jogos de Paris

 

Ex-presidente do comitê organizador de Tóquio. Foto: Nippon.com

A 16 dias para os Jogos Olímpicos a ex-presidente do comitê organizador de Tóquio-2020 defendeu, em entrevista, o valor que a França terá ao sediar as Olimpíadas. Ao comparar o cenário do país europeu com o Japão, Seiko Hashimoto lembrou os impasses em meio à explosão de casos na pandemia de Covid-19 em todo mundo e espera que a celebração do esporte traga alegria aos moradores franceses. A declaração acontece em meio a protestos pontuais que questionam a realização dos Jogos em meio à crise de imigração e ao elevado número de pessoas em situação de rua em Paris.

"Espero que cada pessoa entenda o valor e a importância de sediar as Olimpíadas em seu próprio país", disse Hashimoto. "Se isso servir como uma oportunidade para as pessoas pensarem sobre o que as Olimpíadas e Paralimpíadas significam para elas, será algo que beneficiará as gerações futuras."

Hashimoto lembra que muitos japoneses questionaram a realização das Olimpíadas durante a pandemia, já em 2021. A cidade tinha regras muito rígidas para o controle sanitário, como a exigência de máscaras e a completa proibição de espectadores nas arenas. Ela também assumiu a presidência do comitê nacional meses antes da realização de Tóquio-2020 após uma série de escândalos de corrupção.

"Discutimos várias vezes que poderíamos sediar com segurança, mas ninguém nos ouviu", disse a ex-presidente. "Por outro lado, se tivéssemos cedido à pressão e cancelado os Jogos, acho que as pessoas teriam dito: 'Por que vocês não trabalharam mais e pensaram em alternativas para realizar as Olimpíadas?'

Hashimoto acredita que a entrega bem-sucedida dos Jogos pela capital japonesa em circunstâncias difíceis oferece lições valiosas para futuros organizadores olímpicos. Ela está confiante de que Paris pode sediar uma edição de Jogos "perfeita". "Acredito que o comitê de Paris cresceu consideravelmente porque foi capaz de ver nossa experiência sem precedentes de organizar o evento em meio à pandemia e tirou lições disso", concluiu.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar